SOURCE: Confederation of Meningitis Organisations

April 20, 2010 19:00 ET

Confederation of Meningitis Organisations (CoMO - Confederação das Organizações de Meningite) comemoram o Segundo Dia Mundial da Meningite

CoMO convoca os cidadãos a darem as mãos contra a meningite

PERTH, AUSTRÁLIA--(Marketwire - April 20, 2010) - A Confederation of Meningitis Organisations (CoMO - Confederação das Organizações de Meningite) escolheu o sábado, dia 24 de abril de 2010, como o segundo Dia Anual Mundial da Meningite, para aumentar a conscientização desta condição generalizada e muitas vezes devastadora, e ajudar e evitar casos futuros de meningite e aumentar o apoio às pessoas que sofrem das sequelas da meningite.

A meningite é uma inflamação potencialmente fatal das membranas que envolvem o cérebro e e a medula espinhal, causada por bactéria, vírus ou fungo (1a, 2a, 2b). Apesar da meningite virótica ser uma condição geralmente não grave, a meningite bacteriana pode causar a morte até mesmo de pessoas saudáveis, e também pode estar associada a uma infecção sanguínea séria(1a, 3a, 3b, 4, 5a).

Os sobreviventes da meningite e da septicemia podem ter sequelas duradouras, incluindo sequela neurológica, perda de membros, cegueira e surdez(5b). Pessoas de qualquer idade podem ter meningite, mas os bebês, crianças e adolescentes correm risco maior(1b).

"Apesar da disponibilidade das vacinas comprovadas, a meningite e a septicemia causa a morte e mutila desnecessariamente milhares de pessoas a cada ano em todo o mundo(6)", disse Bruce Langoulant, presidente da CoMO. "Para os sobreviventes e suas famílias, os efeitos podem ser devastadores. Hoje em dia, isto é totalmente inaceitável. É essencial que todas as pessoas tenham acesso às vacinas, informação dos sinais e sintomas da doença e que as pessoas afetadas e seus parentes recebam atendimento de qualidade e apoio".

A CoMO convida as pessoas de todo o mundo a "dar as mãos" virtualmente para mostrar o apoio à conscientização e prevenção da meningite, e mostrar solidariedade para com os afetados com esta condição. Para dar as mãos, acesse http://www.comoonline.org/JoiningHands.aspx.

"A meningite é uma condição particularmente assustadora porque certas formas da doença pode matar em algumas horas apos os primeiros sintomas que não são específicos e semelhantes ao da gripe(7a, 8a)", disse Lulu Bravo, M.D., membro do Conselho Governante da CoMO e Diretor Executivo da Philippine Foundation for Vaccination (Fundação Filipina para a Vacinação). "Com a continuidade da educação do público e da comunidade médica sobre a meningite, seus sintomas e melhores métodos de tratamento e prevenção, podemos ajudar a salvar inúmeras vidas".

Várias vacinas foram licenciadas em todo o mundo para ajudar a evitar a meningite causada pela bactéria meningocócica, pneumocócica, e Haemophilus influenzae tipo b (Hib)(7b, 9, 10). A CoMO apoia o uso de todas as vacinas seguras e eficazes, como meio de reduzir a morbidez e a mortalidade da meningite.

Treze membros da CoMO em dez países estão observando o Dia Mundial da Meningite para divulgar o conhecimento na mídia, online e nas comunidades globais com eventos e para angariação de fundos. Para mais informação sobre as atividades perto de você, consulte um membro da CoMO no seu país, acessando http://www.comoonline.org/como_members.html.

CoMO
Fundada em setembro de 2004, a Confederation of Meningitis Organisations (CoMO - Confederação das Organizações de Meningite) está comprometida a eliminar a meningite e a septicemia em todo o mundo. A missão da CoMO é ajudar as organizações membros a serem fontes sustentáveis, identificáveis e influentes de informação e serviço de suporte para as pessoas afetadas pela meningite em suas regiões e unidas em suas iniciativas globais através da sua associação com a CoMO. A CoMO trabalha para facilitar a divisão de recursos e conhecimento entre as organizações membros, e ajuda a estabelecer grupos de pacientes nos países onde eles não existem. A CoMO atualmente tem 29 membros em 20 países.

Meningite e Septicemia
A meningite é uma inflamação das membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal(2a). Os sintomas, que normalmente parecem com os da gripe, são febre alta, dor de cabeça intensa, vômitos ou náusea, confusão/dificuldade de concentração, convulsão, sonolência ou dificuldade para acordar, rigidez na nuca, fotofobia (sensibilidade à luz), falta de interesse em beber e comer, pontos vermelhos na pele(8a, 8b). A meningite pode ser causada por bactéria, vírus ou fungo(2b). Embora a maior parte das meningites seja causada por infecção virótica, estes casos normalmente não são graves(3a). Por outro lado, a meningite causada por uma infecção bacteriana - mais comumente pelo Streptococcus pneumoniae (pneumococo), Neisseria meningitides (meningococo), ou pela Haemophilus influenzae tipo b (Hib) -- é uma emergência médica que pode causar a morte ou efeitos colaterais permanentes nos sobreviventes, como sequela neurológica, problemas de aprendizado, e perda de audição(3b, 5b). A bactéria meningocócica também pode infeccionar o sangue, causando uma condição potencialmente fatal conhecida como septicemia que pode resultar em perda de membros(5a, 5b).

Referências:

1.  Schaffner, W. et al. A mudança epidemiológica da doença meningocócica
    nas crianças, adolescentes e jovens adultos nos EUA. National Foundation
    for Infectious Diseases. Novembro de 2004. Disponível no:
    http://www.nfid.org/pdf/meningitis/FINALChanging_Epidemiology_of_
    Meningococcal_Disease.pdf. Acessado em 7 de abril de 2010. 
2.  World Health Organization. Meningitis. Disponível no:
    http://www.who.int/topics/meningitis/en. Acessado em 7 de abril de 2010. 
3.  Centers for Disease Control and Prevention. Meningitis: Perguntas e
    Respostas. Atualizado em junho de 2009. Disponível no:
    http://www.cdc.gov/meningitis/about/faq.html. Acessado em 7 de abril de 2010.
4.  Pollard, A. J. and Maiden, C.J. (Eds.) (2001). Doença meningocócica:
    Métodos e Protocolos. Totowa, NJ: Humana Press, Inc. 
5.  Centers for Disease Control and Prevention. Epidemiologia e Prevenção
    de Doenças Preveníveis com Vacina (O livro rosa: Livro didático de doenças). Décima
    Edição, 2a. impressão. Atualizado em fevereiro de 2008. Disponível no:
    http://www.cdc.gov/vaccines/pubs/pinkbook/default.htm. Acessado em abril - 
    7, 2010. 
6.  World Health Organization. Dissertação sobre a posição meningocócica. Weekly
    Epidemiological Record No. 44, 2002, 77, 329-340. Disponível no:
    http://www.who.int/immunization/wer7740meningococcal_Oct02_position
    _paper.pdf. Acessado em 7 de abril de 2010. 
7.  World Health Organization. Fatos da meningite meningocócica. Atualização de
    fevereiro de 2010. Disponível no:
    http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs141/en. Acessado em 7 de abril de 
    2010. 
8.  Mayo Foundation - Educação e pesquisa médica. Meningite. Agosto de
    2008. Disponível no: http://www.mayoclinic.com/health/meningitis/DS00118.
    Acessado em 7 de abril de 2010. 
9.  World Health Organization. Imunização, Vacinas e Biologia.
    Vacinas Pneumocócicas. Disponível no:
    http://www.who.int/vaccines/en/pneumococcus.shtml. Acessado em 7 de abril de 
    2010. 
10. World Health Organization. Haemophilus influenza tipo B (Hib) Fatos
    . Atualizado em dezembro de 2005. Disponível no:
    http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs294/en/print.html. Acessado em
    7 de abril de 2010. 

Contact Information



  • Contato de mídia:
    Kimberly Wilkie
    CEO, Confederation of Meningitis Organisations
    Email: kwilkie@ichr.uwa.edu.au
    Celular: +61 407 513 245