SOURCE: LIVESTRONG

August 26, 2010 22:24 ET

LIVESTRONG® avança os direitos do paciente com câncer em Congresso Mundial de Câncer

Líderes de saúde de todo o mundo prometem ação, apresentam nova perspectiva da epidemia mundial do câncer

SHENZHEN, CHINA--(Marketwire - August 26, 2010) - LIVESTRONG avançou a luta contra o câncer no World Cancer Congress (Congresso Mundial do Câncer) organizado pela Union for International Cancer Control (UICC) e com a presença de 3.000 participantes de 92 países, em Shenzhen, China, em 18-21 de agosto. LIVESTRONG foi co-patrocinador do Congresso juntamente com a American Cancer Society, o World Economic Forum (WEF) e a World Health Organization (WHO).

Em uma press conference especial "Pain-Free Cancer - It's Every Patient's Right" (Câncer Sem Dor - O Direito de Cada Paciente)", o presidente e CEO da LIVESTRONG, Doug Ulman, disse: "Os pacientes de câncer de todo o mundo estão passando por níveis de dor desnecessários e isto é uma falha moral e ética. Com o estabelecimento de padrões internacionalmente reconhecidos para gestão da dor e cuidado paliativo, podemos combinar os direitos médicos, jurídicos, bioéticos e humanos dos pacientes de câncer. Solicitamos a colaboração essencial dos legisladores para a redução do sofrimento causado pelo câncer".

Durante a press conference, Ulman prometeu $100.000 para o trabalho da LIVESTRONG que antecede a Assembléia Geral da ONU sobre doenças não comunicáveis a ser realizada em setembro de 2011. As doenças não comunicáveis são responsáveis por 60 porcento das mortes em todo o mundo mas, no entanto, de acordo com o Center for Global Development, elas recebem menos de 1 porcento dos fundos públicos e privados de saúde.

Durante o Congresso, LIVESTRONG e a American Cancer Society emitiram um relatório conjunto: "Global Economic Cost of Cancer" (Custo Econômico Global do Câncer). Este primeiríssimo estudo sobre o custo econômico as causas das mortes em todo o mundo, incluindo o câncer e outras doenças não comunicáveis e comunicáveis, mostra que o câncer tem o impacto econômico mais devastador do que qualquer outra causa de morte no mundo, custando à economia mundial cerca de um trilhão de dólares ao ano. Os dados deste estudo oferecem uma nova evidência científica convincente de que a equiparação da agenda de saúde global de abordagem do câncer irá salvar milhões de vidas e milhões de dólares.

"Estes resultados são mais importantes do que nunca face ao fato de que, este ano, o câncer deve ser a principal causa de mortes em todo o ano, seguido das doenças cardíacas e derrame", disse Ulman em um evento especial sobre o relatório que contou com a participação de 500 convidados. "Agora é a hora para que tenhamos um foco global e não sejamos tímidos em buscar recursos".

O World Cancer Congress se concentra na prevenção primária, triagem e detecção antecipada, tratamento e gestão, cuidado de apoio, fim de vida, e de como os programas, infraestruturas e recursos são integrados aos sistemas de distribuição existentes. As melhores práticas e os desafios de maximizar a eficácia e o alcance de diferentes recursos são um aspecto importante do diálogo e do debate.

Juntamente com o World Cancer Congress, a Reunião com os Líderes Mundiais do Câncer foi realizada na quinta-feira, dia 19 de agosto, patrocinada pelo UICC, LIVESTRONG, a American Cancer Society, WEF e WHO. A Reunião foi convocada oficialmente pelo Dr. Chen Zhu, Ministro da Saúde da China, e apresentada em colaboração com o Governo Municipal de Shenzhen, a Associação Chinesa Anti-Câncer e a Associação Médica Chinesa. A Reunião uniu um grupo seleto e distinto de líderes de renome internacional das áreas de saúde, governamental, filantrópicas e corporativas para discutir o progresso na luta global contra o câncer e dar apoio ao plano de longo prazo de implementação da Declaração Mundial do Câncer -- uma chamada global para ação desenvolvida pelos legisladores que detalha 11 metas que, se atingidas, irão contribuir para reverter a epidemia de câncer até 2020.

LIVESTRONG se empenha em trabalhar com organizações de saúde global, governos e defensores para elevar o perfil global das doenças não comunicáveis. LIVESTRONG acredita que investimentos de longo prazo no fortalecimento dos sistemas de saúde são o ponto central da solução. Com o aumento das doenças não comunicáveis, o mundo enfrenta um jogo mortal entre as doenças não comunicáveis e comunicáveis. Estudos e pesquisas revelam que os fatores de risco mais comuns, juntos ou separadamente, tornam as doenças comunicáveis como HIV/AIDS, tuberculose e malária muito mais difícil de combater, e oposto também é verdade. LIVESTRONG espera poder trabalhar com a comunidade de doenças comunicáveis e reverter o sentido desta espiral.

No Congresso, UICC nomeou Ulman para diretor. Esta nomeação de dois anos aumenta a solidariedade entre as duas maiores organizações de câncer do mundo.

LIVESTRONG irá aproveitar o sucesso do World Cancer Congress na Clinton Global Initiative em Nova York, em 21-23 de setembro para apresentar o progresso do seu trabalho para reduzir o ônus global do câncer e ajudar em informar sobre as necessidades das doenças não comunicáveis.

LIVESTRONG
Fundada em 1997 pelo sobrevivente de câncer e campeão de ciclismo Lance Armstrong e baseada em Austin, Texas, a LIVESTRONG luta pelas 28 milhões de pessoas que vivem com câncer no mundo todo hoje. A LIVESTRONG conecta indivíduos para atender suas necessidades, aproveitar os financiamentos e recursos para impulsionar a inovação e envolver as comunidades e líderes na mudança social. Conhecida por sua pulseira amarela icônica, a LIVESTRONG tem por missão inspirar e capacitar qualquer pessoa afetada pelo câncer. Para mais informações, acesse www.LIVESTRONG.org.

Contact Information