SOURCE: Open Mobile Alliance

September 24, 2006 19:00 ET

Open Mobile Alliance Oferece Novas Especificações Abertas como Sendo Candidatas à Implantação no Mercado

SEOUL, REPUBLIC OF KOREA -- (MARKET WIRE) -- September 24, 2006 --A Open Mobile Alliance (OMA), um órgão regulamentador internacional de especificações, anuncia a disponibilidade pública de seu Client Side Content Screening Framework Enabler Versão 1.0 e de seu Games Services Client Server Interface Enabler Versão 1.0 como candidatos à implantação no mercado. Ambas novidades do setor, as duas novas especificações agora entraram no Interoperability Testing Program da OMA para especificar e aprimorar ainda mais os padrões antes de se tornarem Approved Enabler Releases por completo.

"Os nossos membros continuam atendendo à demanda do mercado por formas novas e inovadoras de superar os desafios da interoperabilidade e de atender às necessidades tanto de usuários quanto do setor", disse Jari Alvinen, Diretor do Quadro Diretivo da OMA. "A participação cada vez maior em nosso Games Services Working Group, além da crescente preocupação com as ameaças aos aparelhos, originou os nossos dois mais recentes Enabler Releases. Estamos orgulhosos da inclusão dessas especificações ao nosso repertório cada vez maior."

Emergência do conteúdo mal-intencionado

A nova especificação Client Side Content Screening Framework Enabler define a estrutura e as interfaces de uso dos habilitadores de aplicativo que residam em terminais móveis. Verificando dados no terminal móvel a fim de detectar e remover conteúdo mal-intencionado, a especificação define de que forma os aplicativos interagem com a funcionalidade de verificação de conteúdo da OMA. Isso permite o funcionamento conjunto de vários protocolos de amostragem na detecção e remoção de riscos potenciais, o que oferece uma medida eficaz contra as ameaças no mercado móvel na medida em que elas passam por várias redes e dispositivos.

"À medida que um conteúdo mais rico se torna disponível, vemos a necessidade de uma medida preventiva em relação ao crescente número de conteúdo mal-intencionado transmitido para os aparelhos", disse Mark Cataldo, Diretor Técnico da OMA. "Antes que variantes mais perigosas como, por exemplo, vírus que se espalham sozinhos e worms que geram destruição para redes e usuários, o objetivo da OMA Client Side Content Screening Framework é facilitar o desenvolvimento de tecnologias de amostragem de conteúdo do lado do cliente destinadas ao ambiente móvel. Além disso, a OMA continua se preocupando com a proteção contra ameaças aos dispositivos móveis de determinados tipos de conteúdo, desenvolvendo especificações ainda melhores."

Visite http://www.openmobilealliance.org/release_program/Client_Side_CS_FW_v1_0.html para obter especificações técnicas detalhadas quanto ao novo padrão.

Interoperabilidade entre cliente e servidor para jogos de celular

A segunda especificação da OMA para serviços de jogos permite que jogos em execução em um terminal móvel interajam com um servidor de jogos de maneira interoperável. Isso irá facilitar e incentivar a ampla implantação de conteúdo para jogos cada vez mais ricos. Por meio do Enabler, jogos conectados para celular podem interagir de maneira consistente com servidores de jogos de várias operadoras a fim de proporcionar serviços mais atrativos como jogos com vários jogadores, bate-papos e compartilhamento das maiores pontuações para os clientes.

"Na medida em que as comunidades de jogos e de interação vão se diversificando e se espalhando por várias regiões, a demanda por interoperabilidade cresce", disse Kevin Mowry, Diretor do OMA Games Services Working Group. "As especificações orientadas ao mercado da OMA permitem que todas as partes da cadeia de valorização dos jogos invistam com confiança na estensibilidade mundial de seu trabalho."

Visite http://www.openmobilealliance.org/release_program/gs-csi_V1_0.html para obter especificações técnicas detalhadas do novo padrão.

Sobre o Programa de Lançamentos da OMA

Até hoje, a OMA publicou 49 Enabler Releases. A OMA mantém em funcionamento um programa de interoperabilidade com o objetivo de validar especificações Enabler, bem como as implementações de produtos e serviços que fazem parte delas. Usando um processo de trabalho claro, o Programa Enabler Release foi projetado para oferecer dois marcos-chave ao suporte:

--  Candidate Enabler Release (CER) fornece um conjunto aprovado de
    especificações técnicas em aberto, que pode ser
    implementado em produtos e soluções e, em seguida, testado para
    fins de interoperabilidade.
    
--  Approved Enabler Release (AER) representa um Candidate Enabler Release que
    passou pelo Interoperability Program (IOP) da OMA. IOP testa a
    interoperabilidade entre diferentes implementações da empresa
    membro -- independentemente de ser pela OMA ou por qualquer outro meio.
Para obter mais informações, visite: http://www.openmobilealliance.org/release_program/index.html.

Sobre a Open Mobile Alliance (OMA)

A Open Mobile Alliance (OMA) fornece especificações abertas para a criação de serviços interoperáveis em funcionamento entre países, operadoras e terminais fixos e móveis. Orientada às expectativas dos usuários e ao mercado em expansão dos serviços de dados, as empresas que formam a Open Mobile Alliance estimulam a adoção de novos e aperfeiçoados serviços de informações, comunicação e entretenimento. A Open Mobile Alliance conta com colaboradores de todos os principais elementos da cadeia de valores sem fio, além de contribuir para com a introdução eficiente e dentro do prazo de serviços e aplicativos.

O nome e o logotipo Open Mobile Alliance (OMA) são marcas comerciais da Open Mobile Alliance Ltd. Os nomes de outros produtos e empresas mencionados aqui são marcas ou nomes comerciais de seus respectivos proprietários.

Contact Information