SOURCE: MPX Energia S.A.

MPX ENERGIA S.A.

December 23, 2010 10:27 ET

Aprovada Licença para Construção de Porto na Região do Atacama, Chile

RIO DE JANEIRO, BRASIL--(Marketwire - December 23, 2010) - A MPX Energia S.A. ("MPX") (BOVESPA: MPXE3) (GDR I: MPXEY) e a MMX Mineração e Metálicos S.A. ("MMX") (BOVESPA: MMXM3) (GDR I: MMXMY) informam que a Comisión Regional de Medio Ambiente (COREMA) da Região do Atacama, Chile, aprovou a construção de um novo porto ("Porto" ou "Projeto"), localizado a 80 km sudoeste do município do Copiapó. O Porto pertence à OMX Operaciones Marítimas, uma empresa do Grupo EBX.

O Projeto utilizará tecnologia de classe mundial e consiste na construção e operação de um porto privado de uso público com 3 berços independentes, que permitirão anualmente o embarque e desembarque de 6 milhões de toneladas de carvão, 10 milhões de toneladas de minério de ferro, entre outros produtos. O Porto, com calado natural de 25 metros, contará também com pátios para armazenamento de cinzas, carvão e minério de ferro, armazéns para concentrado de cobre e grãos, além de um sistema de correias cobertas. A construção levará aproximadamente 30 meses e demandará um investimento total estimado em US$ 300 milhões. O início de operação de cada um dos berços estará atrelado ao cronograma de implantação de dos projetos da MPX e MMX, bem como demais projetos previstos na região.

"A implantação do porto garantirá custos logísticos competitivos e suprimento eficiente de carvão para a termelétrica Castilla. Com capacidade de até 2100 MW, Castilla é uma dos maiores projetos em licenciamento atualmente no Chile e importante plataforma de crescimento para a MPX no país", declarou Eduardo Karrer, presidente da MPX.

Roger Downey, Presidente da MMX, acrescentou: "Logística é o componente chave de qualquer sistema de minério de ferro. A licença do Porto é uma conquista importante no desenvolvimento dos nossos 10 milhões de toneladas por ano no projeto no Chile, que será, portanto, um dos mais competitivos incrementos de oferta no mercado transoceânico. Semelhante ao Sistema Sudeste, o projeto da MMX no Chile tem 50% da meta de produção já amparados por acordos de fornecimento de longo prazo."


Eduardo Karrer

Presidente e Diretor de Relações com Investidores MPX Energia S.A.

Roger Downey

Presidente e Diretor de Relações com Investidores MMX Mineração e Metálicos S.A.

Contact Information