SOURCE: BMW Guggenheim Lab

BMW Guggenheim Lab

May 06, 2011 09:30 ET

BMW GUGGENHEIM LAB SERÁ LANÇADO NA CIDADE DE NOVA YORK EM 3 DE AGOSTO, ANTES DE IR PARA BERLIM E ÁSIA

Colaboração de seis anos para examinar questões urbanas contemporâneas em nove cidades do mundo todo -- Comitê Consultor Internacional seleciona equipe do BMW Guggenheim Lab de Nova York -- É divulgado projeto do primeiro laboratório móvel

NOVA YORK, NY--(Marketwire - May 6, 2011) - Richard Armstrong, diretor do Museu e Fundação Solomon R. Guggenheim, e Jim O'Donnell, presidente e CEO da BMW North America, LLC, anunciaram hoje que o BMW Guggenheim Lab será lançado na cidade de Nova York em 3 de agosto, onde ficará até 16 de outubro. Depois de Nova York, o BMW Guggenheim Lab irá para Berlim, na primavera/verão do hemisfério norte de 2012, e, depois disso, irá para uma cidade na Ásia, a ser anunciada mais tarde este ano. Concebido como um laboratório de ideias móvel, o BMW Guggenheim Lab explorará as questões com as quais se deparam as cidades contemporâneas e proporcionará um local público e um fórum online onde compartilhar ideias e soluções práticas. O acesso ao BMW Guggenheim Lab e à toda sua programação será gratuito para o público. O novo website (bmwguggenheimlab.org) e as comunidades online criarão e ampliarão uma oportunidade de participar desta experiência urbana multidisciplinar no mundo inteiro.

Durante a migração de seis anos do BMW Guggenheim Lab, haverá três temas diferentes e três estruturas móveis distintas, cada uma delas projetada por um arquiteto diferente e cuja turnê abrangerá três cidades de diversas regiões do mundo. Com lançamento em Nova York, a primeira estrutura do BMW Guggenheim Lab será uma instalação temporária compacta de aproximadamente 232 metros quadrados, localizada na divisa entre Lower East Side e East Village de Manhattan, no endereço 33 East First Street (entre a First Avenue e a Second Avenue). Projetada pelo Atelier Bow-Wow, um estúdio de arquitetura de Tóquio, a estrutura móvel pode ser facilmente instalada em bairros com alta densidade de edificações e transportada de cidade a cidade.

O primeiro ciclo será concluído com uma exposição especial apresentada no Museu Solomon R. Guggenheim, em Nova York, em 2013. A exposição explorará as ideias e soluções que foram abordadas nas diferentes instalações do BMW Guggenheim Lab. Os dois demais ciclos bienais serão anunciados em data futura.

O tema do primeiro ciclo com turnê por três cidades é Confrontando o Conforto (Confronting Comfort), um estudo de como é possível fazer com que os ambientes urbanos atendam melhor às necessidades das pessoas, como é possível encontrar equilíbrio entre as noções modernas de conforto individual e conforto coletivo, e a necessidade urgente de haver responsabilidade ambiental e social.

Os curadores do BMW Guggenheim Lab são David van der Leer, curador assistente de Arquitetura e Estudos Urbanos, e Maria Nicanor, curadora assistente do Museu Solomon R. Guggenheim.

Um Comitê Consultor internacional nomeou a Equipe do BMW Guggenheim Lab (Equipe BGL) de Nova York, um grupo inovador de talentos emergentes em seus respectivos campos que criará o conjunto de programas que serão apresentados em Nova York.

O Comitê Consultor do primeiro ciclo do BMW Guggenheim Lab, composto por especialistas de várias disciplinas, inclui Daniel Barenboim (maestro e pianista, Argentina), Elizabeth Diller (designer, EUA), Nicholas Humphrey (psicólogo teórico, Reino Unido), Muchadeyi Ashton Masunda (prefeito de Harare, Zimbábue), Enrique Peñalosa (ex-prefeito de Bogotá, Colômbia), Juliet Schor (economista e professora de sociologia, EUA), Rirkrit Tiravanija (artista, Tailândia) e Wang Shi (empreendedor, China). O Comitê Consultor é responsável por nomear os candidatos para a Equipe BGL de cada uma das três cidades do primeiro ciclo, bem como apresentar suas próprias ideias relacionadas ao tema e consultar os membros da Equipe BGL.

A Equipe BGL de Nova York é composta por Omar Freilla, residente do Bronx, em Nova York, e ativista de justiça ambiental, desenvolvedor de cooperativas e fundador e coordenador da Green Worker Cooperatives; Charles Montgomery, jornalista canadense e experimentalista urbano defensor de sustentabilidade e bem-estar; Olatunbosun Obayomi, microbiólogo e inventor nigeriano, e TEDGlobal Fellow de 2010; e as arquitetas e urbanistas Elma van Boxel e Kristian Koreman do estúdio de arquitetura ZUS [Zones Urbaines Sensibles] de Roterdã. Os vídeos das entrevistas com cada um dos membros da Equipe BGL podem ser acessados em youtube.com/bmwguggenheimlab.

A Equipe BGL conceberá programas públicos, experimentos e uma instalação que investigam como as intervenções e inovações que descentralizam, desaceleram, localizam e democratizam os nova-iorquinos podem reinventar a experiência urbana, criando uma versão de conforto mais adaptável e sustentável. O BMW Guggenheim Lab foi concebido para despertar a curiosidade e a interação dos visitantes. O público será incentivado a participar e a contribuir com as respostas, ideias e histórias geradas no programa. O programa incluirá visitas não convencionais que exploram a trama urbana, experiências práticas e workshops didáticos, exibições de filmes e discussões comunitárias.

A identidade gráfica do BMW Guggenheim Lab, que inclui um logotipo interativo criado pelos artistas gráficos Sulki & Min, de Seul, Coreia do Sul, foi divulgada hoje. Ao contrário dos logotipos estáticos tradicionais, o design de Sulki & Min crescerá e mudará frente à interação da audiência no site bmwguggenheimlab.org ao longo do primeiro ciclo de dois anos do BMW Guggenheim Lab. Refletindo o papel do BMW Guggenheim Lab como um espaço para a troca de ideias, o logotipo se transformará na representação metafórica e virtual da interação mundial com o tema de Confrontando o Conforto e o discurso mais amplo sobre as cidades e a vida urbana. O diálogo online será ampliado por meio de canais exclusivos do BMW Guggenheim Lab na mídia social, incluindo Twitter (twitter.com/bmwgugglab), Facebook (facebook.com/bmwguggenheimlab), YouTube (youtube.com/bmwguggenheimlab), Flickr (flickr.com/bmwguggenheimlab) e FourSquare (foursquare.com/bmwgugglab).

Com um esqueleto estrutural construído de fibra de carbono, o leve e compacto BMW Guggenheim Lab foi projetado pelo Atelier Bow-Wow como uma "caixa de ferramentas itinerante". A metade inferior da estrutura, uma versão moderna da varanda mediterrânea, permanecerá aberta a maior parte do tempo. Sua configuração mudará periodicamente durante a realização do BMW Guggenheim Lab para atender às necessidades dos programas específicos desenvolvidos pela Equipe BGL. A polinização cruzada e a interação dos usuários que serão parte integral dos programas do BMW Guggenheim Lab são refletidas na parte superior da estrutura, que abriga um sistema de cordoalhas flexível, envolto por uma malha semitransparente, permitindo que sua parte interna seja vista. Uma série de estruturas de madeira menores serão colocadas próximas à estrutura principal a fim de criar espaço para banheiros e um café. Depois que o BMW Guggenheim Lab partir para Berlim, as melhorias feitas no terreno baldio da cidade de Nova York permanecerão, permitindo que um espaço antes não aproveitável da cidade se transforme em um parque público acessível. Um vídeo da concepção aquitetônica da estrutura do BMW Guggenheim Lab, projetada pelo Atelier Bow-Wow pode ser visto no site youtube.com/bmwguggenheimlab.

O BMW Guggenheim Lab é uma colaboração entre a BMW AG e a Fundação Solomon R. Guggenheim.

Participe da conversa no Twitter com @BMWGuggLab e use a hashtag #BGLab.

twitter.com/bmwgugglab
facebook.com/bmwguggenheimlab
youtube.com/bmwguggenheimlab
flickr.com/bmwguggenheimlab
foursquare.com/bmwgugglab

Para obter o kit de imprensa completo, acesse guggenheim.org/presskits
Para imagens de publicidade, acesse guggenheim.org/pressimages
Nome de usuário = photoservice, Senha = presspass

Contact Information