SOURCE: Cisco

Cisco

February 10, 2011 12:11 ET

Cisco informa resultados do segundo trimestre fiscal

SAO PAULO, BRAZIL--(Marketwire - February 10, 2011) - Cisco (NASDAQ: CSCO)

  • Vendas líquidas no segundo trimestre: US$ 10,4 bilhões (aumento de 6% em relação ao ano passado)
  • Receita líquida no segundo trimestre: US$ 1,5 bilhão padrão GAAP; US$ 2,1 bilhões sem GAAP
  • Lucro por Ação no segundo trimestre: US$ 0,27 padrão GAAP (redução de 16% em relação ao ano passado); US$ 0,37 sem GAAP (redução de 8% em relação ao ano passado).

A Cisco, líder mundial em redes de comunicação que transformam a maneira como as pessoas se conectam, comunicam e colaboram, apresentou ontem seus resultados do segundo trimestre fiscal, encerrado em 29 de janeiro de 2011. As vendas líquidas da Cisco no período somaram US$ 10,4 bilhões, enquanto a receita líquida com base no padrão GAAP - Generally Accepted Accounting Principles (Princípios de Contabilidade Geralmente Aceitos - EUA) foi de US$ 1,5 bilhão, ou US$ 0,27 por ação, e a receita líquida sem base no padrão GAAP foi US$ 2,1 bilhões, ou US$ 0,37 por ação.

"O desempenho do trimestre foi o esperado. A estratégia de integrar vários produtos por meio de uma abordagem baseada na arquitetura tem funcionado, e estamos oferecendo inovações em todas as nossas principais famílias de produto", afirmou John Chambers, presidente e CEO da Cisco. "Enquanto empresa, estamos passando por um período de transição, à medida que avançamos de forma ousada no mercado com nossa estratégia baseada na arquitetura. Já lidamos com essas transições de mercado inúmeras vezes, posicionando tanto a Cisco quanto nossos clientes no caminho do sucesso. Em poucas palavras, somos os detentores da nossa própria evolução e da liderança da próxima geração do setor."

Resultados base GAAP

                             2T2011             2T2010        Vs. 2T2010
                       -----------------   ----------------  -----------
Vendas Líquidas        $    10,4 bilhões   $    9,8 bilhões          6,0 %
Receita Líquida        $      1,5 bilhão   $     1,9 bilhão        (17,9 %)
Lucro por Ação         $            0,27   $           0,32        (15,6 %)

Resultados sem base GAAP

                             2T2011             2T2010        Vs. 2T2010
                       -----------------   ----------------  -----------
Receita Líquida        $     2,1 bilhões   $    2,3 bilhões        (11,2 %)
Lucro por Ação         $            0,37   $           0,40         (7,5 %)

As vendas líquidas dos primeiros seis meses do ano fiscal de 2011 totalizaram US$ 21,2 bilhões, comparados a US$ 18,8 bilhões dos primeiros seis meses do ano fiscal de 2010. A receita líquida dos primeiros seis meses do ano fiscal de 2011, com base no GAAP, foi US$ 3 ,5 bilhões de ou $0,61 por ação, comparada a US$ 3,6 bilhões, ou $0,62 por ação nos primeiros seis meses de 2010. A receita liquida sem base no GAAP dos primeiros seis meses do ano fiscal de 2011 foi US$ 4,5 bilhões, ou US$ 0,80 por ação, comparada a US$ 4,5 bilhões, ou US$ 0,76 por ação nos primeiros seis meses do ano fiscal 2010.

Outros destaques financeiros

  • O Fluxo de Caixa das Operações somou US$ 2,6 bilhões no segundo trimestre do ano fiscal de 2011, comparado a US$ 2,5 bilhões do segundo trimestre do ano fiscal de 2010, e US$ 1,7 bilhão do primeiro trimestre do ano fiscal de 2011.
  • Os ativos líquidos e investimentos totalizaram US$ 40,2 bilhões no final do segundo trimestre do ano fiscal de 2011, comparados a US$ 39,9 bilhões no final do ano fiscal de 2010, e US$ 38,9 bilhões no primeiro trimestre do ano fiscal de 2011.
  • Durante o segundo trimestre do ano fiscal de 2011, a Cisco efetuou a recompra de 89 milhões em ações ordinárias no programa de recompra de ações, ao preço médio de US$ 20,15 por ação, a um preço de compra agregado de US$ 1.8 bilhão. Em 29 de janeiro de 2011, a Cisco já havia recomprado e retirado de circulação 3,3 bilhões de ações ordinárias ao preço médio de $ 20,81 por ação, e um preço de compra agregado de aproximadamente $ 69,3 bilhões desde o início do programa de recompra de ações. No dia 18 de novembro de 2010, a diretoria da Cisco autorizou mais recompras de suas ações ordinárias através do programa de recompra, aumentando o valor autorizado de recompra de ações agregadas para $ 82 bilhões. O valor restante autorizado para recompra dentro desse programa, incluindo esse valor autorizado adicional, é aproximadamente $ 12,7 bilhões sem data de vencimento.
  • Os Dias de Vendas Pendentes (DVP) - (DSO -Days Sales Outstanding) no contas a receber no final do segundo trimestre do ano fiscal de 2011 foram 40, comparados a 38 dias no final do primeiro trimestre do ano fiscal 2011, e 39 dias no final do segundo trimestre do ano fiscal de 2010.
  • O movimento de estoque no GAAP foi 10,6 no segundo trimestre do ano fiscal de 2011, comparado a 11,2 no primeiro trimestre do ano fiscal de 2011, e 12,1 no segundo trimestre do ano fiscal de 2010. Já sem base no GAAP o movimento de estoque foi 10,0 no segundo trimestre do ano fiscal de 2011, comparado a 10,8 no primeiro trimestre do ano fiscal de 2011, e 11,7 no segundo trimestre do ano fiscal de 2010.

"Com um total de recebimentos da ordem de $ 2,6 bilhões no trimestre, e um faturamento de $ 10,4 bilhões, nossa posição de caixa e solidez financeira claramente constituem uma substancial vantagem competitiva para nós", declarou Frank Calderoni, vice-presidente executivo e CFO da Cisco. "Estamos firmemente focados em nossas realizações, e em promover o avanço da empresa para oferecer resultados a nossos clientes, acionistas e funcionários".

Alguns destaques globais da empresa

  • A Cisco anunciou sua intenção de adquirir a empresa Pari Networks, Inc., líder no fornecimento de configuração de rede e gerenciamento de mudanças (NCCM - Network Configuration and Change Management) e de soluções de gerenciamento de compatibilidade.
  • A Cisco concluiu a aquisição da empresa privada LineSider Technologies, Inc., líder no fornecimento de software de gerenciamento de rede para ajudar clientes a desenvolver os serviços necessários para criar e implantar, de forma segura, infraestrutura de computação em nuvem.
  • A Cisco e a BMC Software, Inc. anunciaram uma aliança estratégica para desenvolver e lançar no mercado novas soluções para infraestrutura de computação em nuvem multi-tenant e de larga escala.

Inovações da Cisco

  • A Cisco apresentou o Cisco Videoscape™, uma plataforma de TV abrangente para provedores de serviços http://www.cisco.com/en/US/netsol/ns341/networking_solutions_service_provider_home.html, desenvolvida para unir TV digital e conteúdo on-line a aplicações de comunicação e mídia social, e criar uma nova experiência de entretenimento de vídeo, tanto residencial quanto móvel, que seja verdadeiramente tri-dimensional.
  • A Cisco apresentou o Cisco Virtualization Experience Infrastructure (VXI), um abrangente sistema de virtualização de desktop e soluções, que incluem colaboração, as tecnologias de comunicação em rede sem fronteiras e Data Center da Cisco, e um ecossistema de fornecedores de virtualização.
  • A Cisco introduziu a série de switches Cisco Catalyst® 3560-C e Catalyst 2960-C Compact Series Switches, desenvolvidos para fornecer conectividade de rede altamente segura e econômica, bem como potência fora do wiring closet.
  • A Cisco adicionou novos produtos de armazenamento e segurança de rede a seus portfólios para pequenas empresas "Connect" e "Secure" para possibilitar que os funcionários se conectem aos dispositivos de forma mais rápida, fácil e segura, tendo acesso ao conteúdo de que precisam, onde quer que estejam
  • A Cisco lançou uma série de produtos, inovações e serviços, desenvolvidos para tornar a telepresença da Cisco (Cisco TelePresence®) e a colaboração em vídeo mais acessíveis e simples de gerenciar, utilizando uma arquitetura comum, e mais disponível por meio de serviços de computação em nuvem.

Contact Information