SOURCE: Cisco Systems

December 04, 2006 17:42 ET

Cisco IP NGN Permite a Prestação de Serviços End-to-End em Vídeo Digital e IPTV para "Video 2.0"

Operadoras Mundiais Selecionam a Arquitetura Cisco IP Next Generation Network para Soluções em Vídeo de Entretenimento Inteligentes e Destinadas a Operadoras

HONG KONG -- (MARKET WIRE) -- December 4, 2006 -- ITU TELECOM WORLD -- A Cisco(R) (NASDAQ: CSCO) anunciou hoje uma série de soluções novas e aperfeiçoadas que permitem às operadoras de todos os tipos e tamanhos oferecer uma "Vida Conectada" para empresas e clientes por meio da arquitetura Cisco Internet Protocol Next-Generation Network (IP NGN). A Cisco IP NGN permite o desenvolvimento e o oferecimento de serviços de aplicativos e de assinantes para ajudar as operadoras a aumentar a receita e a eficiência tendo em vista uma maior lucratividade e controle das redes e dos negócios.

Os assinantes atuais de vídeo querem opções, personalização, compartilhamento de conteúdo entre comunidades e, normalmente, oferecem gratificação instantânea. Eles não são mais apenas expectadores; agora eles são produtores ou distribuidores, capacitados pela rede mundial em IP. Essa migração para o "Video 2.0" reconhece que a rede agora é uma "plataforma" que oferece a criação e o uso interativo de conteúdo personalizado para pessoas e comunidades. Isso permite uma colaboração em larga escala, desde as relações sociais dos clientes até a telepresença das empresas.

"Oferecer a 'Vida Conectada' vai muito além da transmissão de vídeo e do vídeo sob demanda", disse Mark Bieberich, Vice-presidente de Infra-estrutura em Comunicação do Grupo Yankee. "Tratam-se de pacotes de serviços IP personalizados que integram vídeo, VoIP, acesso à Internet, serviço de mensagens, jogos e aplicativos de entretenimento de áudio que exigem o multicast dinâmico, a QoS avançada e o gerenciamento de diretivas. O oferecimento de pacotes de serviços personalizados que incluem o vídeo exige uma nova abordagem diante do controle de serviço no nível de rede. A arquitetura Cisco IP NGN é uma base sólida sobre a qual se desenvolvem essas novas opções de serviço e processos comerciais."

A Cisco continua oferecendo sua visão em IP NGN e arquitetura a operadoras, introduzindo soluções inovadoras e obtendo novos marcos diante dos clientes. As divulgações de hoje estão voltadas para a definição, a preservação e a realização de vídeo digital e IPTV. As inovações da Cisco anunciadas hoje também ajudam a garantir que os assinantes de serviços aproveitem as experiências visuais de maior qualidade, independentemente das origens do conteúdo ou dos tipos de dispositivos.

Para obter mais informações, visite o site da Cisco: http://www.cisco.com/go/ipngn7.

Definindo a experiência em vídeo – para possibilitar a experiência personalizada exigida pelos espectadores atuais, os sistemas de oferecimento de conteúdo avançado devem gerenciar e oferecer conteúdo a qualquer momento. Essa exigência "sob demanda" significa a formatação e o oferecimento de conteúdo para todos os dispositivos em qualquer rede, a qualquer momento -- transmitindo o conteúdo para PCs, PDAs, iPods, telefones celulares e outros dispositivos -- ao mesmo tempo em que mantém a integridade da experiência visual.

Entre as divulgações feitas hoje estão:

-- Introdução do Cisco Content Delivery System (CDS). Essa solução foi projetada superar as limitações dos sistemas VoD (video on demand) já existentes, o que dá às operadoras uma plataforma de rede distribuída, inteligente para o desenvolvimento de publicidade orientada em mídia interativa. O Cisco CDS foi projetado para oferecer conteúdo a televisões de assinantes e, logo, a PCs, telefones celulares e outros dispositivos com recursos multimídia.

Para obter mais informações, visite o site da Cisco: http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_120306d.html

Preservando a experiência visual em vídeo – uma vez definido, o vídeo deve ser oferecido aos assinantes pela rede. Caso não seja realizado corretamente, o processo de transporte pode prejudicar significativamente a qualidade do vídeo, o que afeta negativamente a experiência visual geral. Para manter a integridade do conteúdo e a QoE (quality of experience) geral recebida pelos assinantes, as operadoras buscam tanto a tecnologia avançada quanto a experiência necessária em serviços para maximizar a diferenciação em relação às opções da concorrência.

Entre as divulgações feitas hoje estão:

-- melhorias significativas no portfólio de roteadores da série 7600 e que fazem dela a plataforma final mais abrangente para os serviços de Ethernet das operadoras do setor e destinada à convergência em opções de vídeo, voz e dados com mobilidade (any-play). Essa inteligência integrada inclui o suporte ao Cisco Intelligent Services Gateway (ISG) -- anunciado no início deste ano para as plataformas das séries 10000 e 7200 da Cisco -- que oferece controle de privacidade, controle de serviço e gerenciamento de assinantes. Entre as novas melhorias estão a integração entre vídeo/voz do Session Border Control (SBC) para aplicativos IP Multimedia Subsystem (IMS) e aplicativos de voz que não usem o IMS.

Para obter mais informações, visite o site da Cisco: http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_120306c.html

-- Tecnologia VQE (Visual Quality Experience) melhora a qualidade do serviço de vídeo e das experiências visuais. A VQE permite a alteração rápida de canais com base na rede e o reparo de erros de vídeo, dois desafios significativos no desenvolvimento e no oferecimento de serviços digitais IPTV e a cabo. Com base nos padrões do setor, inclusive nos protocolos RTCP (Real-time Transport Control Protocol) e RTP (Real-time Transport Protocol), a VQE permite que as operadoras preparem redes para o oferecimento de serviços de vídeo avançados como, por exemplo, IPTV e vídeo digital, detectando e reparando a perda de pacotes em linhas de cobres limitadas. Ela permite que o canal rápido com base na rede seja alterado para permitir a experiência visual dos assinantes de IPTV. A VQE será inicialmente vendida como um acessório e estará em breve integrada a roteadores da série 7600 da Cisco.

Para obter mais informações, visite o site da Cisco: http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_120306b.html

Para obter mais informações sobre todas as soluções anunciadas hoje, visite o site da Cisco: http://www.cisco.com/go/ipngn7.

Obtendo a experiência em vídeo – o estágio final do processo é a "obtenção" da experiência em vídeo no dispositivo final. Isso também tem requisitos muito rígidos para que seja apresentado o conteúdo em sua forma mais real e para ajudar o assinante a personalizar a experiência visual. No "Lar Conectado", os aparelhos conversores, o componente do sistema no lado do assinante, também são especialmente importantes.

-- Scientific Atlanta, uma empresa Cisco, anuncia hoje a distribuição de mais de 30 milhões de aparelhos conversores e mais de seis milhões de gravadores digitais de vídeo.

-- As inovações da Scientific Atlanta como, por exemplo, a codificação em camada única ajudam na exibição mais precisa do conteúdo em vídeo. A Scientific Atlanta desenvolveu uma tecnologia de gravação em vídeo digital e a exibição de vídeos ao vivo e gravados a fim de ajudar a oferecer uma experiência mais personalizada ao assinante.

A Cisco e a Scientific Atlanta também integraram a experiência em IP e vídeo para oferecer serviços completos que incluem a integração da solução end-to-end a fim de ajudar as operadoras no desenvolvimento e no oferecimento da experiência em "Vida Conectada". A abordagem em fases feita pela Cisco em relação aos serviços permite que as operadoras personalizem os serviços para atenderem às necessidades técnicas e comerciais exclusivas.

"O mundo do vídeo e da televisão como o conhecemos mudou para sempre", disse Mike Volpi, Vice-presidente sênior do grupo de tecnologia e de roteamento para operadora da Cisco. "Estamos extremamente felizes pelo nosso momento favorável em termos de inovação no espaço IPTV e de vídeo digital no último ano, especialmente no que se refere à continuidade desse momento e da integração bem-sucedida que está sendo realizada pela Scientific Atlanta. Esperamos ampliar a função desempenhada pelo vídeo tanto entre os clientes quanto entre as empresas, e continuaremos trabalhando de maneira integrada com as operadoras de todos os tamanhos e de todas as regiões do planeta a fim de assegurar a continuidade do desenvolvimento e da implantação dos serviços avançados em vídeo."

Implantações Mundiais da Cisco IP NGN Feitas pelas Operadoras

A Cisco continua agilizando a adoção por parte das operadoras de suas soluções em IP NGN em todo o mundo. Entre as implantações mais recentes feitas pelas operadoras:

-- BT (Reino Unido): concluiu as primeiras implantações ao vivo de onze sistemas de roteamento CRS-1 no núcleo IP/MPLS (Internet Protocol/Multiprotocol Label Switching) da BT 21CN (BT's 21st Century Network). Ainda serão implantados sistemas CRS-1 em aproximadamente 100 PoPs (points of presence ) BT para BT 21CN no próximo ano. A rede central BT 21CN oferecerá suporte a voz, VPN (virtual private network) comercial, IP e tráfego em banda larga, inclusive serviços de mobilidade e vídeo para clientes em todo o Reino Unido. Para obter mais informações, consulte a divulgação feita hoje separadamente.

-- Cable & Wireless (Reino Unido): expansão de sua implantação da plataforma Scientific Atlanta iLYNX™ a fim de criar uma plataforma de contribuição e distribuição mundiais em nome de uma das maiores emissoras britânicas. A rede ligará os estúdios do Reino Unido e transmitirá os serviços de TV analógica, de definição padrão e de alta definição. A Cable & Wireless também implantou o ROSA™ Network Management System da Scientific Atlanta a ser usado no projeto e trabalhou com o grupo EMEA SciCare™ Professional Services da Scientific Atlanta, formado por especialistas em integração. Para obter mais informações, consulte http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_090706b.html

-- Charter Communications, Inc. (EUA): expansão da disponibilidade dos serviços em convergência de dados, voz e vídeo com uma rede com base na arquitetura Cisco IP NGN. Para obter mais informações, consulte http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_101806.html

-- HEF Bredbånd A/S (Dinamarca): criação de uma rede de fibra ótica com 5.000 quilômetros de extensão com base na arquitetura IP NGN a fim de oferecer serviços de comunicação comercial e de entretenimento, inclusive IPTV com 150 canais e VoD a mais de 80.000 clientes. A rede usa tecnologia Ethernet FTTH (Fiber to the Home) da Cisco. Para obter mais informações, consulte http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_092606.html

-- TDC Kabel TV A/S (Dinamarca): implantação do codificador da compactação de vídeo avançada MPEG-4 (AVC) da Scientific Atlanta para a prestação de serviços de cabo e vídeo DSL. A TDC pretende usar a opção de codificação MPEG-2 no oferecimento do vídeo em alta qualidade aos seus clientes de cabo, embora os planos iniciais fossem para banda larga – economia em codificação AVC MPEG-4 para oferecer suporte ao vídeo em DSL. Para obter mais informações, consulte http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_090806b.html

-- VTR (Chile): implantação do Cisco CRS-1 Carrier Routing System para facilitar o crescimento dos serviços any-play (dados, voz e vídeo com mobilidade) em conexões de banda larga residenciais. A VTR é a operadora líder em TV a cabo e em Internet banda larga no Chile, além de ser a segunda maior operadora do país a oferecer serviços de telefone residencial. A VTR tem mais de 2,2 milhões de assinantes residenciais, com 1,2 milhões de assinantes de TV a cabo digital, 300.000 assinantes de Internet e 400.000 assinantes de telefonia por IP. Para obter mais informações, consulte http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_071706.html.

Reconhecimento do Setor

A Cisco dá continuidade à sua cultura de inovação para permitir que as operadoras ofereçam serviços de dados, voz e vídeo convergentes com mobilidade. Entre os recentes reconhecimentos do setor estão:

-- Indicação do Scientific Atlanta HD Encoder para CES Innovations 2007 Design and Engineering Honoree - O Scientific Atlanta MPEG-4 HDTV Advanced Compression Encoder (Modelo D9054(TM)) recebeu o International CES Innovations 2007 Design and Engineering Awards Honoree dado pela Consumer Electronics Association. Para obter mais informações, consulte: http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_110906b.html.

-- Cisco Vence o Metro Network Technologies and Services Award no InfoVision Awards 2006 – Realizado Durante o Broadband World Forum Europe em Paris e organizado pelo International Engineering Consortium (IEC). O produto indicado nessa categoria foi o Cisco Integrated Video Admission Control. Para obter mais informações, consulte: http://newsroom.cisco.com/dlls/2006/prod_101206.html.

Para obter mais informações sobre como a Cisco está permitindo que as operadoras e os seus clientes aproveitem a migração para o "Video 2.0", visite o site da Cisco: http://www.cisco.com/go/ipngn7.

Sobre a Cisco Systems

A Cisco (NASDAQ: CSCO) é a líder mundial em redes que transforma a forma como as pessoas se conectam, comunicam e colaboram. Mais informações sobre a Cisco podem ser encontradas em http://www.cisco.com. Para saber as últimas novidades, visite http://newsroom.cisco.com.

Cisco, Cisco Systems e o logotipo da Cisco Systems são marcas comercias registradas ou marcas comerciais da Cisco Systems, Inc. e/ou de suas afiliadas nos Estados Unidos e em outros países. Todas as demais marcas comerciais mencionadas neste documento são de propriedade de seus respectivos proprietários. O uso da palavra parceiro não implica uma relação de parceria entre a Cisco e qualquer outra empresa. Este documento é uma Informação Pública da Cisco.

Para obter os RSS Feeds de todas as notícias sobre a Cisco, visite "News@Cisco" no seguinte link:

http://newsroom.cisco.com/dlls/podcasts/rss.html

Contact Information