SOURCE: Masimo

Masimo

October 16, 2014 17:24 ET

Dois novos estudos clínicos mostram que a Hemoglobina Não Invasiva Masimo (SpHb®) apresentam precisões semelhantes como hemoglobinas nos dispositivos no ponto de cuidado

IRVINE, CA--(Marketwired - Oct 16, 2014) - A Masimo (NASDAQ: MASI) anunciou hoje que dois novos estudos mostraram que a hemoglobina não invasiva (SpHb(R)) apresentaram precisões semelhantes como hemoglobina medida pelos analisadores de hemoglobina invasivas quando a SpHb e o analisador de hemoglobina invasiva foram comparados com o analisador de hematologia de laboratório.

O primeiro estudo foi apresentado na Reunião Anual da American Society of Anesthesiologists (ASA - Sociedade Americana de Anestesistas) em Nova Orleans, a maior reunião de anestesistas do mundo, em pacientes submetidos à cirurgia com potencial de hemorragia. A Masimo SpHb mostrou uma precisão absoluta e de tendências semelhantes nos valores da hemoglobina determinados por um analisador de gás sanguíneo em laboratório, quando a SpHb e a hemoglobina do analisador de gás sanguíneo foram comparadas com a hemoglobina de um analisador de hematologia de laboratório.

Na Universidade Oeste Paulista (UNOESTE), Presidente Prudente, Brasil, o Dr. Edmundo P. Souza Neto e seus colegas compararam a precisão absoluta e de tendências dos valores da hemoglobina do oxímetro SpHb (Masimo Radical-7(R) Pulse CO e o sensor adesivo SpHb, Revision K) e um analisador de gás sanguíneo invasivo de laboratório (Cobas B221, Roche Diagnostics, Indianápolis, EUA) com os valores da hemoglobina de um analisador de hematologia (XE-2100, Sysmex, Kobe, Japão).(1) Embora os analisadores de gás sanguíneo (também conhecidos como oxímetros CO) e os analisadores de hematologia sejam dispositivos de laboratório que analisam amostras de sangue para determinar os valores quantitativos da hemoglobina, suas metodologias são diferentes e, de acordo com estudos anteriores, seus valores não são intercambiáveis.(2)

Em 33 pacientes, as amostras de gás de sangue arterial foram obtidas 15 minutos após a incisão, após cada evento de hemorragia (perda de no mínimo 400 ml de sangue em 40 minutos), e no final da cirurgia. Um total de 69 analisadores de gás sanguíneo arterial determinaram os valores da hemoglobina e 69 valores de hemoglobina determinados por analisadores de hematologia foram registrados. Os valores SpHb estiveram disponíveis continuamente durante o caso e foram registrados todas as vezes que as amostras de gás sanguíneo arterial foram obtidas. A precisão absoluta foi avaliada por meio da comparação da SpHb e os valores da hemoglobina do gás sanguíneo arterial com os valores da hemoglobina do analisador de hematologia. A tendência, ou diferença média, quando comparada com o analisador de hematologia foi de -0,8 g/dl na SpHb e -1,4 g/dl no analisador de gás sanguíneo invasivo. O desvio padrão ou diferença média em aproximadamente 68% das comparações foi de -1,3 g/dl na SpHb e -1,2 g/dl no analisador de gás sanguíneo invasivo. As discrepâncias foram definidas como valores >1 g/dl no analisador de hematologia. Houve menos discrepâncias de SpHb (43%) que do analisador de gás sanguíneo (69%). A precisão da tendência foi avaliada por meio do cálculo da mudança na SpHb e a mudança na hemoglobina do analisador de gás sanguíneo e por meio da comparação dos valores das mudanças na hemoglobina do analisador de hematologia. A sensibilidade de precisão da tendência da SpHb e do analisador de gás sanguíneo foi determinada por meio da análise do percentual de tempo em que cada método tinha a mesma tendência direcional do analisador de hematologia. Não houve diferença estatística significativa entre os dois métodos testados para precisão absoluta (p=0,08) ou precisão de tendência (p=0,6).

Os pesquisadores concluíram: "A análise da precisão absoluta mostrou uma tendência menor mas um desvio padrão ligeiramente maior na SpHb que o analisador de gás sanguíneo quando comparado com a referência do analisador de hematologia. As medições de SpHb apresentaram menos discrepâncias que as do analisador de gás sanguíneo e a sensibilidade semelhante de acompanhar a tendência direcional correta das amostras determinadas pela referência. Outros estudos para aumentar o tamanho da amostra serão necessários para confirmar estes resultados e mostrar a diferença potencial dos métodos testados".

Em outro estudo publicado no jornal Anaesthesia and Intensive Care, o Dr. R. Hiscock e colegas do Mercy Hospital for Women in Heidelberg, Austrália, estudou a precisão e o índice de repetição da SpHb de um dispositivo de verificação local Masimo Pronto-7(R) e um dispositivo de medição de hemoglobina invasiva no ponto de cuidado HemoCue Hb 201+, comparado com a medição da hemoglobina por um analisador de hematologia de laboratório (Sysmex XE-5000).(3)

Nos dois dispositivos, as instruções do fabricante foram seguidas para minimizar a variação registrada e todas as leituras foram realizadas por um único operador que coletou uma amostra invasiva do sangue venoso e três medições de SpHb em 141 mulheres grávidas de 19 a 46 anos de idade. As amostras de sangue venoso foram usadas para obter três medições de hemoglobinas replicadas na HemoCue Hb 201+ e uma única medição de hemoglobina de um analisador de hematologia. Comparado com o analisador de hematologia, os pesquisadores encontraram uma tendência e um desvio padrão de 1,18 g/dl, +/-1,19 g/dl no Pronto-7 e 0,01 g/dl, +/-1,34 g/dl no HemoCue Hb201+. O Pronto-7 apresentou um índice maior de repetição que o Hemocue Hb 201+, evidenciado por um coeficiente menor de variação em % de (2,3% vs. 5,2%).

Os pesquisadores, que observaram que nenhum dispositivo pode substituir a análise da hemoglobina em laboratório, concluíram: "O dispositivo Pronto-7(R) apresentou um nível de repetição substancialmente melhor que o dispositivo HemoCue(R) Hb 201+. Em condições estáveis, teríamos 95% de certeza de que uma medição de hemoglobina repetida com o oxímetro Pronto-7(R) ficaria a 0,82 g/dl da leitura anterior, comparado com 1,7 g/dl no HemoCue(R) 201+."

Radical-7 e Pronto-7 são dispositivos de monitoramento. Não devem ser usados como dispositivos de diagnóstico independentes.

1 Neto E, Cursino de Moura Junior J, Laish J, Lalier Junior O, Mortatti P. Agreement of Noninvasive Hemoglobin Monitoring by Pulse CO-Oximetry (SpHb) with Invasive Laboratory Measurements. Proceedings of the American Society of Anesthesiologists, Out.13, 2014, Nova Orleans, A3093, Sala Hall B-1, Área C
2 Carabini LM, Navarre WJ, Ault ML, Bebawy JF, Gupta DK. "A Comparison of Hemoglobin Measured by Co-Oximetry and Central Laboratory During Major Spine Fusion Surgery." Anesth Analg. 2014 Set 3.
3 Hiscock R, Simmons S, Carstensen B, Gurrin L. "Comparison of Massimo Pronto-7 and HemoCue Hb 201+ with laboratory haemoglobin estimation: a clinical study." Anaesthesia and Intensive Care, Vol. 42, No. 5, Setembro 2014

Masimo
A Masimo (NASDAQ: MASI) é líder global de tecnologias inovadoras não-invasivas de controle que melhoram significativamente a assistência ao paciente - ajudando a resolver problemas "insolúveis". Em 1995, a empresa lançou a oximetria de pulso Measure-Through Motion and Low Perfusion, conhecido como Masimo SET(R), que praticamente eliminou os falsos alarmes e aumentou a capacidade da oximetria de pulso de ajudar os médicos a detectar eventos que ameaçam a vida. Mais de 100 estudos independentes e objetivos mostraram que o Masimo SET(R) são superiores a outras tecnologias de oximetria de pulso, até mesmo diante das condições clínicas mais difíceis, incluindo a movimentação do paciente e baixo índice de perfusão. Em 2005, a Masimo lançou a tecnologia rainbow (R) Pulse CO-Oximetry(TM), permitindo o monitoramento não-invasivo e contínuo dos componentes do sangue que antes exigia procedimentos invasivos; hemoglobina total (SpHb (R)), teor de oxigênio (SPOC (TM)), carboxi-hemoglobina (SpCO (R)), metemoglobina (SpMet (R)), PVI (R), e índice de perfusão (IP), além de medir o movimento SpO2 e a taxa de pulso. Em 2008, a Masimo lançou o Patient SafetyNet(TM), um sistema de monitoramento remoto e de notificação clínica sem fio projetado para ajudar os hospitais a evitar mortes e lesões associadas com a falha de resgatar eventos. Em 2009, a Masimo lançou o rainbow(R) Acoustic Monitoring(TM), o primeiro monitoramento comercial não invasivo e contínuo da taxa de respiração acústica (RRa(TM)). As tecnologias Masimo SET(R) e Masimo rainbow(R) também podem ser encontradas em mais de 100 monitores de pacientes de multi-parâmetros de mais de 50 fabricantes de dispositivo médico do mundo. Fundada em 1989, a Masimo tem a missão de "Melhorar o resultado do paciente e reduzir o custo dos cuidados... levando o monitoramento não invasivo para novos sites e aplicativos (Improving Patient Outcome and Reducing Cost of Care... by Taking Noninvasive Monitoring to New Sites and Applications(R))". Para mais informação sobre a Masimo e seus produtos, visite www.masimo.com.

Declarações de Previsão
Este press release contém declarações de previsão de acordo com a Seção 27A do Securities Act de 1933 e Seção 21E do Securities Exchange Act de 1934, em conexão com o Private Securities Litigation Reform Act de 1995. Estas declarações de previsão são baseadas nas expectativas atuais sobre eventos futuros que nos afetam e estão sujeitas a riscos e incertezas que são difíceis de prever e muitas das quais estão fora do nosso controle e podem fazer com que os resultados reais difiram substancial e adversamente dos resultados expressos nas nossas declarações de previsão, como resultado de vários fatores de risco, incluindo os riscos associados com as nossas suposições quanto a repetição dos resultados clínicos, risco relacionados com as nossas suposições de que o Masimo SpHb pode acompanhar e mostrar com precisão as tendências da Hb em todos os pacientes, bem como outros fatores discutidos na seção "Fatores de Risco" dos nossos relatórios mais recentes protocolados junto ao Securities and Exchange Commission ("SEC"), que pode ser obtido gratuitamente no site do SEC em www.sec.gov. Apesar de acreditarmos que as expectativas indicadas nas nossas declarações de previsão sejam razoáveis, não sabemos se as nossas expectativas se realizarão. Todas as declarações de previsão incluídas neste press release são expressamente qualificadas totalmente pelas declarações de aviso anteriores.

Masimo, SET, Signal Extraction Technology, Improving Patient Outcome and Reducing Cost of Care... by Taking Noninvasive Monitoring to New Sites and Applications, rainbow, SpHb, SpOC, SpCO, SpMet, PVI são marcas comerciais ou marcas comerciais da Masimo Corporation.

Contact Information