SOURCE: BIOTRONIK SE. Co. KG

BIOTRONIK SE. Co. KG

November 01, 2012 14:39 ET

Estudo GOLDEN TIME mostra que o Cateter de Ablação de Ouro BIOTRONIK AlCath® cria lesões 33 % mais rapidamente

Resultado publicado no Journal of Interventional Cardiac Electrophysiology mostra o alcance de uma ablação mais rápido e mais eficiente com Cateter de Ponta de Ouro vs. Cateter de Ponte de Platina-Irídio

BERLIN--(Marketwire - Nov 1, 2012) - BIOTRONIK, fabricante líder de tecnologia médica inovadora, divulgou hoje que o cateter de ablação de ouro AlCath(R) Gold viabiliza procedimentos de ablação mais rápidos e mais eficientes. As lesões criadas por um cateter padrão em 60 segundos são criadas em apenas 40 segundos nestes dispositivos inovadores -- sem afetar a segurança do paciente. O resultado do estudo que investigou a eficácia do tempo de ablação dos cateteres de ouro, foi publicado no Journal of Interventional Cardiac Electrophysiology (JICE)(1).

Conduzido na Budapest University of Technology and Economics na Hungria em cooperação com o Erasmus Medical Center Rotterdam, Holanda, o estudo investigou a formação de lesões in vitro em relação ao tempo de ablação e energia aplicada de cateteres de platina-irídio não irrigados de 4 mm comparados com cateteres de ponta de ouro. O resultado mostra que os cateteres de ponta de ouro podem criar as mesmas excelentes lesões em 33,3 % menos tempo de ablação. Não existe diferença na temperatura da ponta com a configuração de temperatura controlada, mas observamos uma diferença considerável na energia média aplicada. Pelo fato de a liga de ouro ter uma condutividade térmica quatro vezes mais alta que a de platina-irídio usada nos cateteres convencionais, ela permite uma aplicação de energia maior com uma temperatura da ponta menor.

"O resultado é altamente relevante para a prática clínica", explica o Dr. Tamás Szili-Török, MD, PhD, Erasmus Medical Center, Rotterdam, Holanda. "Normalmente programamos o limite de temperatura 40-55 graus C nos cateteres de ponta de 4 mm sem ouro. Assim que a temperatura da ponta atinge o máximo programado, o gerador reduz automaticamente a energia. Os cateteres de ponta de ouro, no entanto, resultam em maior transferência de energia para o tecido, por isso a temperatura da ponta é mais baixa, apesar da energia ser mais alta. Isto ultimamente resulta na redução do tempo do procedimento, permitindo que os médicos façam ablações com mais eficiência".

Estes dados mais recentes confirmam o resultado publicado anteriormente do teste AURUM 8 e prova a superioridade dos cateteres de ouro.(2) Com um total de 463 pacientes, o AURUM 8 foi o maior estudo de ablação de flutter atrial randomizado do mundo.

"A BIOTRONIK sempre lança novas soluções no mercado que ajudam os médicos a atingir excelência no tratamento do paciente na sua prática diária", comentou Christoph Böhmer, Presidente Internacional, BIOTRONIK. "O cateter de ablação de Ouro BIOTRONIK's AlCath(R), fabricado com 99,9 % de ouro puro, fornece uma condutividade térmica quatro vezes mais alta do que o de platina; ele mantém a temperatura da ponta mais fria, uma formação de lesão eficiente, e reduz a coagulação -- resultando em um índice menor de troca de cateter durante o procedimento".

BIOTRONIK SE & Co. KG
Como a principal fabricante de implantes médicos cardiovasculares do mundo, com milhões de aparelhos implantados, a BIOTRONIK é representada em mais de 100 países por uma força de trabalho global de mais de 5.600 funcionários. Conhecida por conhecer profundamente a comunidade médica, a BIOTRONIK avalia os desafios que os médicos enfrentam e proporciona as melhores soluções para todas as fases do cuidado paciente, desde o tratamento ao gerenciamento do paciente. A qualidade, inovação e confiança definem a BIOTRONIK e seu crescente sucesso -- e transmitem a confiança e paz de espírito para os médicos e seus pacientes em todo o mundo.

Para mais informação: www.biotronik.com

Referências
(1 ) Tibor Balázs et.al, Journal of Interventional Cardiac Electrophysiology (2012), Ablation time efficiency and lesion volume.
(2) Lewalter et al., Europace (2010), Gold vs. platinum-iridium tip catheter for cavotricuspid isthmus ablation: the AURUM 8 study.

Contact Information



  • Contato:
    Manuela Schildwachter
    Gerente de Comunicações e PR
    BIOTRONIK SE & Co. KG
    Woermannkehre 1
    12359 Berlin
    Tel. +49 (0) 30 68905 1466
    Email: manuela.schildwaechter@biotronik.com

    Após a publicação, favor enviar uma cópia.