SOURCE: Global Cyber Alliance

Global Cyber Alliance

April 19, 2016 21:44 ET

Global Cyber Alliance enfrenta seus primeiros riscos sistêmicos

NEW YORK, NY--(Marketwired - 19 de abril de 2016) -  A Global Cyber Alliance (GCA) realizou sua primeira reunião com o Comitê de Consultoria Estratégica (Strategic Advisory Committee - SAC) no dia 18 de março no Banco Central dos EUA em Nova York. O SAC é dirigido por três sócios fundadores da GCA: Promotor do Condado de Nova York, Cyrus R. Vance, Jr., Comissário da Polícia de Londres, Ian Dyson, e o Dirigente do Center for Internet Security, John Gilligan. O SAC é composto de executivos seniores dos setores público e privado.

A missão da GCA é identificar os riscos cibernéticos sistêmicos onde é possível ter um progresso substancial na mitigação de risco e a união das pessoas e recursos para identificar e implementar a solução -- para a tomada de ação -- e medição do efeito. O resultado deste trabalho não é um relatório com recomendações, e sim o avanço da redução dos riscos no caminho para a erradicação do risco cibernético sistêmico.

A GCA irá avaliar regularmente os principais riscos cibernéticos que a comunidade acredita serem ameaças substanciais à comunidade online global e para as quais a GCA possa ter um impacto positivo mensurável na erradicação do risco.

Na reunião do Strategic Advisory Committee, a Global Cyber Alliance apresentou os seguintes Riscos Sistêmicos Principais para abordagem por meio de grupos concentrados na implantação:

1. Phishing,
2. Riscos causados pelos mecanismos fracos de identificação e autenticação,
3. Riscos causados por websites vulneráveis e afetados, e
4. ataque de Negação de Serviço Distribuído (Distributed Denial of Service - DDoS).

A GCA, baseada no conselho e recomendações dos membros do seu Comitê de Consultoria Estratégica e Técnica (Strategic and Technical Advisory Committee), decidiu enfrentar o Phishing por meio da implementação de duas soluções que têm demonstrado ser muito eficazes -- limite do spoofing de email (por meio de DMARC) e minimização do efeito do phishing e de outros ataques (por meio de práticas de DNS seguras). Para mais informação sobre a premiação, visite www.globalcyberalliance.org.

O Promotor de Manhattan, Cyrus R. Vance, Jr., disse: "A Global Cyber Alliance foi criada com um objetivo compartilhado de reduzir o risco cibernético em todo o mundo. Ao se concentrar no conhecimento institucional e recursos dos interessados em certos desafios, a GCA poderá isolar e abordar as principais vulnerabilidades que afetam as pessoas e empresas em todo o mundo, e beneficiar quem esteja no setor público e privado".

O Dirigente do Center for Internet Security e ex-Diretor de Informação da Força Aérea e Ministério da Energia dos EUA, John Gilligan disse: "Conheço a capacidade do trabalho coletivo para que as mudanças sistêmicas venham a melhorar a nossa postura de segurança cibernética. A missão da GCA é confrontar estes riscos em todo o mundo, um problema vital atualmente. A reunião do SAC confirmou mais uma vez a importância do trabalho conjunto para confrontar estes riscos tão importantes".

O Comissão de Polícia da Cidade de Londres, Ian Dyson, disse: "A Global Cyber Alliance identificou os maiores riscos de crime cibernéticos para as empresas e pessoas de todo o mundo. Com a priorização dos riscos que causam os maiores prejuízos, a aliança pode criar soluções que possam tornar o mundo cibernético mais seguro no futuro".

O Presidente e CEO da GCA Philip Reitinger disse: "O Phishing é uma prioridade para todos e muitos grupos estão trabalhando no phishing, tais como o Anti-Phishing Working Group, National Cyber Security Alliance, DMARC.org, Shadowserver Foundation, departamentos de polícias e muitos outros. A GCA irá trabalhar em parceria com estas organizações para enfrentar o problema -- levar à implantação do DMARC e uso de serviços DNS seguros, e a medição do seu efeito -- para que possamos acelerar a erradicação do phishing como um risco cibernético sistêmico".

Peter Cassidy, Secretário Geral do Anti-Phishing Working Group (APWG) e um apoiador da GCA desde sempre, declarou: "A APWG recebe a GCA na comunidade de contra-crime cibernético com saudações, sabendo que poderemos alcançar muitos avanços em conjunto. As alianças formadas hoje em dia, diante do caos existente, são a base das instituições e convenções que tornarão o crime cibernético, em todas as suas manifestações, em um risco previsível e controlável no futuro próximo".

O GCA Strategic Advisory Committee atualmente conta com 42 entidades das áreas de finanças, saúde, telecomunicações, educação, seguro, segurança cibernética, tecnologia e setores da mídia, bem como representantes do governo e da polícia do Canadá, França, Reino Unido e EUA.

Jim Routh, Dirigente de Segurança da Aetna e membro do GCA Strategic Advisory Committee, disse: "O spear phishing está aumentando em termos de frequência e sofisticação, e representa uma ameaça real para as empresas de pequeno a grande porte. Todas as indústrias deveriam considerar o uso de um controle comprovado tal como o padrão DMARC, que pode ajudar na reconstrução da confiança no ecossistema de email".

A GCA está criando grupos internacionais de tarefas para a condução destas soluções e medição do progresso. As empresas físicas e jurídicas interessadas em entrar para a campanha da GCA para fazer alguma coisa devem contatar a GCA no www.globalcyberalliance.org.

Contact Information