SOURCE: ISHRS

ISHRS

December 13, 2011 10:00 ET

International Society of Hair Restoration Surgery afirma que a segurança e a eficácia da Propecia (Finasteride 1mg) para queda de cabelo masculina é comprovada por dados científicos

Força-tarefa formada para estudar a disfunção sexual de alguns homens que tomam Propecia para perda de cabelo

GENEVA, IL--(Marketwire - Dec 13, 2011) - A International Society of Hair Restoration Surgery (ISHRS - Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar) -- autoridade médica mundial sobre perda e restauração capilar -- avisa que relatos relentes de disfunção sexual persistente de alguns homens que usaram finasteride 1mg (Propecia) no tratamento de perda de cabelo não devem definir a segurança e a eficácia do medicamento. A Propecia é o único medicamento oral aprovado pelo U.S. Food and Drug Administration (FDA) dos EUA para o tratamento de perda de cabelo em homens.

Do ponto de vista científico, a ISHRS relata que não há dados que evidenciem a conexão entre a finasteride e efeitos colaterais sexuais persistentes após parar de tomar o medicamento em diversos estudos duplamente cegos controlados por placebo realizados para avaliar o uso da Propecia 1mg para queda de cabelos.

"A saúde e o bem estar dos nossos pacientes é a maior preocupação dos 900 médicos membros da ISHRS -- seja em medicamentos como a Propecia ou na realização de cirurgia de restauração capilar", disse a Presidente da ISHRS, Dra. Jennifer Martinick. "Os membros da ISHRS dedicam uma média de 72% da sua prática no tratamento médico e cirúrgico da queda capilar, e já trataram de milhões de homens em todo o mundo que sofrem de queda de cabelo com finasteride 1mg com praticamente nenhum efeito colateral".

Desde a aprovação do FDA em dezembro de 1997, 20,5 milhões e 6,7 milhões de paciente-anos de exposição ao Proscar (finasteride 5mg) e à Propecia (finasteride 1mg) foram registrados com um poucos eventos adversos. A ISHRS acredita que estes dados sejam os mais atuais e confiáveis disponíveis até que outros estudos sejam realizados.

A disfunção sexual é um transtorno complexo, e a Dra. Martinick observou que frequentemente é difícil identificar a causa exata -- principalmente quando diversos fatores como nicotina, álcool, medicamentos com receita médica, estresse, ansiedade, fatiga e depressão podem contribuir para a disfunção erétil (DE).

"A incidência de DE na população em geral é bem alta -- até 49% em homens de meia-idade e mais velhos, de acordo com um estudo publicado em 2006 pelo Archives of Internal Medicine", disse a Dra. Martinick. "Temos a obrigação de abordar as preocupações válidas de forma científica e para esclarecer quaisquer relatórios errôneos para que os homens possam tomar decisões informadas quanto ao uso deste medicamento".

Recentemente a ISHRS criou uma força-tarefa para examinar mais de perto relatos de disfunção sexual por parte de alguns usuários de Propecia que tenham usado o medicamento no tratamento da perda capilar. Além disso, a ISHRS convidou comunidades de dermatologistas, médicos de perda capilar, urologistas, endocrinologistas e especialistas em medicina sexual para o compartilhamento dos dados e experiências com a finasteride de acordo com fatos.

ISHRS
Fundada em 1993, a International Society of Hair Restoration Surgery (ISHRS - Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar) é uma associação médica sem fins lucrativos com mais de 900 médicos de todo o mundo que se dedicam ao avanço da arte e da ciência da restauração capilar. A missão da ISHRS é atingir a excelência no resultado para o paciente e promover a educação dos associados, colegiado internacional, pesquisa, ética e conhecimento do público. Para mais informação e localizar um médico, acesse www.ishrs.org.

Contact Information