SOURCE: Milken Institute

June 24, 2015 23:50 ET

Investimento Estrangeiro Direto: Quais nações estão jogando para ganhar?

Classificação do Milken Institute de 136 países que auxiliam governos e investidores

LOS ANGELES, CA--(Marketwired - 24 de junho de 2015) - O investimento direto de estrangeiros está mais importante que nunca para catalisar o crescimento, tanto nos países desenvolvidos quanto nos países em desenvolvimento. Embora os mercados de equidade de todo o mundo tenham em grande parte se recuperado desde a crise financeira, o fluxo de capital global contraiu radicalmente. O Global Opportunity Index (Índice de Oportunidade Global) do Milken Institute, fornece informação vital para tomadores de decisão e investidores sobre as políticas que podem atrair o investimento estrangeiro direto, expandir as economias e acelerar a criação de emprego. O índice também é um guia para os países que queiram melhorar seu ambiente de negócios e atrair investidores com compromisso de capital de longo prazo, em vez de uma tática de portfólio frágil.

O índice classifica 136 países em quatro categorias amplas, fundamentos econômicos, facilidade da negociação, qualidade dos regulamentos e leis. Resultados principais:

  • Cingapura, Hong Kong e Finlândia ficaram nos três primeiros lugares.
  • A Malásia é o único país em desenvolvimento dos dez primeiros, ficando muito bem na categoria lei.
  • Entre 2009 e 2015, houve uma leve queda em muitas economias avançadas e mudanças principalmente positivos nos países em desenvolvimento, com destaque para o grande problema nos mercados desenvolvidos durante a crise financeira, bem como nas contínuas reformas nos países em desenvolvimento.
  • Na América Latina, os países com pontuação melhor -- inclusive Chile, Uruguai, Panamá, Colômbia e Equador - foram superiores aos que apresentaram queda de 2 para 1.
  • Seis países do sub-saara na África ocupam as seis posições mais altas do índice: Maurício, África do Sul, Botsuana, Ruanda, Namíbia, e Zâmbia.
  • A Alemanha e os Estados Unidos empataram no 18o. lugar -- atrás dos Países Baixos, Estônia e Islândia.

"O Índice de Oportunidade Global do Milken Institute é descritivo e prescritivo", disse a economista do Instituto Heather Wickramarachi, coautora do relatório. "Quanto mais alta a pontuação do país no índice, maior o insumo de investimento estrangeiro direto. Com a normalização da política monetária nos países desenvolvidos, será mais importante que nunca que os países em desenvolvimento sejam locais atraentes para investimento. Esperamos que o Índice de Oportunidade Global ajude os países e as empresas a entender as políticas mais produtivas e as oportunidades de investimento".

Os 10 principais do Índice de Oportunidade Global:

1. Cingapura

2. Hong Kong SAR, China

3. Finlândia

4. Nova Zelândia

5. Suécia

6. Canadá

7. Noruega

8. Reino Unido

9. Irlanda

10. Malásia

"Global Opportunity Index; Attracting Foreign Investment" de Heather Wickramarachi e Keith Savard, disponível para download gratuito.

Uma ferramenta de web acompanha o relatório, http://www.globalopportunityindex.org, com total acesso à classificação em cada uma das quatro categorias, com um recurso interativo que permite que os usuários personalizem a classificação, avaliação dos fatores de investimento mais importantes para eles.

Milken Institute
O Milken Institute é uma usina de ideias não partidária sem fins lucrativos determinada a aumentar a prosperidade global por meio do avanço de soluções colaboradoras que ampliem o acesso ao capital, criação de empregos e melhorem a saúde. Nós fazemos tudo isto por meio de uma pesquisa independente concentrada em dados, reuniões voltadas para a ação e iniciativas de políticas significativas. www.milkeninstitute.org
@milkeninstitute

Contact Information