SOURCE: Ontario Federation of Labour

Ontario Federation of Labour

January 27, 2011 03:00 ET

Milhares de pessoas protestam para avisar o Primeiro-Ministro canadense e as empresas estrangeiras: Coloquem os interesses dos canadenses em primeiro plano

TORONTO, CANADA--(Marketwire - January 27, 2011) - A U.S. Steel e o governo federal conservador do Canadá serão alvos da maior demonstração desde a eleição do Primeiro-Ministro do governo minoritário Stephen Harper em 2006. Com o país se preparando para eleições federais, o protesto de sábado será uma mensagem para Harper enquanto ele tenta conquistar votos na província mais populosa e o coração da manufatura no Canadá.

A demonstração em massa de mais de 10.000 pessoas está marcada para às 13h00 do dia 29 de janeiro na Prefeitura de Hamilton, Ontario. A cidade é conhecida como a "Cidade do Aço" do Canadá, o equivalente a Pittsburgh.

O público canadense está revoltado com o fato da U.S. Steel não cumprir com a sua obrigação como empregadora e objetivos de produção de aço do acordo original com o governo canadense para garantir a compra da empresa. Após fazer um corte de 2.200 funcionários, a U.S. Steel fez um lockout (bloqueio) dos seus trabalhadores no dia 7 de novembro, o primeiro lockout da história de 65 anos do sindicato. Agora a empresa está exigindo que as pensões dos aposentados não sejam corrigidas e que os novos empregados não recebam nenhuma garantia de pensão.

"As portas do Canadá foram escancaradas para a U.S. Steel, Vale Inco e diversas mega-corporações estrangeiras que estão saqueando os recursos naturais do Canadá e não estão oferecendo nenhuma proteção para os empregos canadenses, a qualidade da vida e garantia de aposentadoria", disse Sid Ryan, Presidente da Ontario Federation of Labour, o maior sindicato canadense que representa um milhão de trabalhadores de Ontario. "A visão do Primeiro-Ministro Harper para o futuro do Canadá é de uma economia de salários baixos na qual os aposentados são forçados a apostar a segurança da sua renda no mercado de capital".

Com o maior índice de investimento estrangeiro desde a Segunda Guerra Mundial, Harper continua a minar a Lei de Investimentos Canadenses que contém uma cláusula que exige que a propriedade estrangeira ofereça um "benefício líquido" para o Canadá. Nos 12 meses anteriores a outubro de 2010, o governo federal analisou apenas 5% de mais de 400 aquisições de empresas, permitindo que o interesse do Canadá ficasse à mercê dos investidores estrangeiros. A falta da transparência e de participação do público nos processos de análise também são uma fonte de frustração.

"A luta dos trabalhadores de Hamilton está sendo travada em outras comunidades do país. Hamilton é toda cidade e vilarejo do Canadá e o governo conservador não terá sossego. A nossa mensagem para o Primeiro-Ministro Harper é simples: coloquem o trabalho e a aposentadoria dos canadenses em primeiro plano - ou os eleitores canadenses o colocarão para fora".

Contact Information



  • Contatos:
    Ontario Federation of Labour
    Sid Ryan
    Presidente
    416.209.0066 (celular)

    Ontario Federation of Labour
    Joel Duff
    Diretor de Comunicações
    416.443.7665 ou 416.707.0349 (celular)

    Ontario Federation of Labour
    Lynn Simmons
    Comunicações
    416.668.7480 (celular)