SOURCE: MPX Energia S.A.

MPX ENERGIA S.A.

November 24, 2010 09:38 ET

MPX anuncia nova acumulação de gás no poço OGX-22 na bacia do Parnaíba

Informações adicionais do teste de formação realizado na primeira acumulação indicam potencial produtivo de até 3,4 milhões m³ por dia em abertura plena

RIO De JANEIRO, BRASIL--(Marketwire - November 24, 2010) - A MPX Energia S.A. ("MPX") (BOVESPA: MPXE3) (GDR I: MPXEY), uma geradora de energia com um amplo portfólio de projetos de geração térmica na América Latina, comunica ao mercado que, através de sua subsidiária OGX Maranhão, identificou nova acumulação de gás, na seção devoniana inferior do poço 1-OGX-22-MA, no bloco PN-T-68, na bacia terrestre do Parnaíba. A OGX Maranhão, sociedade formada entre MPX (33,3%) e OGX Petróleo e Gás Participações S.A. (66,6%), é a operadora e detém 70% de participação neste bloco, enquanto a Petra Energia S.A. ("Petra") detém os 30% restantes.

Em seqüência à descoberta realizada na seção devoniana superior da Formação Poti, divulgada em 17 de novembro de 2010, a perfuração do poço OGX-22 prosseguiu e identificou uma nova acumulação de gás na seção devoniana inferior da Formação Cabeças. Foi realizada uma perfilagem intermediária possibilitando determinar o net pay de ambas as Formações: aproximadamente 49 metros e 47 metros, respectivamente, reforçando a perspectiva do enorme potencial da região.

Adicionalmente, em complemento às informações referentes ao teste de formação conduzido na seção devoniana superior, também divulgadas em 17 de novembro de 2010, informamos que o poço apresentou potencial produtivo excepcional, de até 3,4 milhões de metros cúbicos por dia em abertura plena (AOF - Absolut Open Flow). Este resultado, isoladamente, indica um potencial de geração de até 500 MW em ciclo aberto ou 800 MW em ciclo combinado. O OGX-22 é ainda o segundo poço da campanha de exploração da OGX Maranhão, que prevê a perfuração de um total de 15 poços até 2012.

A perfuração do poço OGX-22, prospecto denominado Fazenda São José, continuará em andamento até a profundidade total estimada de 3.200 metros em busca de novos objetivos exploratórios. O poço, localizado no bloco PN- T-68, situa-se a aproximadamente 260 km de São Luis, capital do Maranhão. A sonda QG-1, fornecida pela Queiroz Galvão, iniciou as atividades de perfuração no dia 23 de outubro de 2010.

O Complexo de Geração Térmica do Parnaíba, uma parceria 70/30 entre a MPX e a Petra, já possui licença prévia para a implantação de usinas a gás natural que, somadas, podem chegar a 1.863 MW e utilizará o gás natural a ser produzido na bacia do Parnaíba pela OGX Maranhão e Petra.

Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2010.

Eduardo Karrer

Presidente e Diretor de Relações com Investidores

SOBRE A MPX

A MPX é uma empresa do Grupo EBX, é uma geradora de energia, com um amplo portfolio de projetos de geração térmica e energia renovável, que a posicionam estrategicamente para se tornar uma geradora privada líder no setor elétrico brasileiro. A Companhia possui um portfolio de 4 empreendimentos com energia contratada e 7 projetos greenfield, no Brasil e no Chile, totalizando mais de 10 GW de capacidade, além de ativos de classe mundial de carvão e gás natural na Colômbia e no Brasil, com flexibilidade para suprir as plantas próprias ou o mercado internacional.

(1) Vazão máxima teórica de um poço à pressão zero.

Contact Information

  • Relações com Investidores:
    Flavia Heller
    +55 21 2555-4244
    Maurício Tabet
    +55 21 2555-4241
    ri.mpx@mpx.com.br
    www.mpx.com.br/ri

    Assessoria de Imprensa:
    Roberto Gonzales
    +55 21 2555-4695
    +55 21 8011-0101