SOURCE: Cisco Systems, Inc.

February 20, 2008 17:55 ET

O Chairman e CEO da Cisco fala sobre a capacidade de a tecnologia transformar a resposta global à mudança climática, convoca líderes de colaboração e inovação

Líderes de 92 cidades de todo o mundo se reúnem para resolverem os desafios ambientais e as soluções de trânsito

SAN FRANCISCO, CA--(Marketwire - February 20, 2008) - Em conjunto com prefeitos e personalidades de quase 100 cidades em todo o mundo, o Chairman e CEO da Cisco(R) (NASDAQ: CSCO), John Chambers, convocou hoje a indústria e o governo para trabalharem juntos a fim de desenvolver tecnologias que resolvam as preocupações ambientais cada vez maiores no mundo. Chambers fez a palestra de abertura na primeira Conferência Global da Connected Urban Development (CUD, Desenvolvimento Urbano Conectado), organizada pela Cisco e pela cidade e condado de San Francisco. A CUD é uma parceria público-privada destinada a abordar os problemas ambientais confrontados exclusivamente por áreas urbanas e a desenvolver informações replicáveis e soluções de tecnologia da informação e comunicações para cidades de todo o mundo.

"É nossa responsabilidade como cidadãos globais ajudarmos a resolver os problemas da alteração climática. Por sermos uma empresa de tecnologia, estamos abordando isso não somente reduzindo a descarga de carbono de nossa própria empresa, mas também ajudando consumidores e parceiros a utilizarem a rede como uma plataforma ‘verde’ para negócios sustentáveis e progresso do governo. Se formos inovadores e colaborativos na abordagem, as soluções de tecnologia da informação e comunicações podem melhorar drasticamente a forma como gerenciamos a base ambiental global e os problemas climáticos”, disse Chambers.

Estudos demonstraram que as soluções de tecnologia da informação e comunicações possuem um grande impacto sobre a redução dos problemas ambientais das cidades. Segundo um relatório recente do American Council for an Energy-Efficient Economy (Conselho Americano para uma Economia com Uso Eficiente de Energia), para cada kilowatt/hora extra de eletricidade exigido pelas soluções de tecnologia da informação e comunicações, a economia dos EUA aumenta as economias globais de energia em 10 vezes (veja: http://aceee.org/press/e081pr.htm)

A abordagem da CUD

As áreas urbanas fazem a maior contribuição global para o consumo de energia e a alteração climática. Segundo a U.N. Habitat, as 20 mega-cidades do mundo, todas com população acima dos 10 milhões, são responsáveis por 75% do consumo de energia do mundo. E cidades de todo o mundo estão apresentando aumentos consideráveis no consumo de energia e enfrentando novos problemas associados com o aumento da população e do uso de eletricidade.

Líderes urbanistas, de empresas, pesquisas, instituições acadêmicas e cidades se reuniram hoje para discutir os desafios ambientais específicos que enfrentam e para examinar como a tecnologia pode auxiliá-los drasticamente a resolver problemas de meio ambiente, transporte, energia, soluções de tecnologia da informação e comunicações, construção e local de trabalho nas áreas urbanas. A intenção da CUD é que as cidades usem soluções de tecnologia da informação e comunicações inovadoras para melhorar a eficiência de energia, reduzir as emissões de carbono de carros, trens, ônibus e outras formas de transporte, transformar o projeto urbanístico, a gestão municipal e as práticas operacionais e alterem a forma como os cidadãos trabalham e interagem entre si.

A iniciativa Connected Urban Development foi lançada em setembro de 2006 como parte do compromisso da Cisco com a Clinton Global Initiative (Iniciativa Global Clinton), um programa criado pela William J. Clinton Foundation para resolver problemas que afetam a qualidade da vida humana. As três cidades-base da CUD são San Francisco, nos EUA; Amsterdã, na Holanda; e Seul, na Coréia do Sul. As três já instalaram, ou planejam instalar, uma infra-estrutura de banda larga da próxima geração, além de lutarem contra o congestionamento de veículos e serem comandadas por prefeitos comprometidos com iniciativas ecológicas.

"O conceito da Connected Urban Development complementa o Plano de Ação Climática de San Francisco e ajuda a tornar reais nossas metas de redução de carbono. Temos orgulho de fazermos parte dessa importante iniciativa", disse o prefeito de San Francisco, Gavin Newsom. "Ao usar soluções de tecnologia da informação e comunicações e trabalhar com parceiros inovadores, como a Cisco, San Francisco pode sair na frente ao criar um projeto urbanístico que seja economicamente sustentável e bom para o meio ambiente."

Soluções exclusivas

As três cidades trabalharam nos últimos 18 meses com o Internet Business Solutions Group (IBSG), o braço de consultoria estratégica global da Cisco, para criar soluções de tecnologia da informação e comunicações ecologicamente corretas para os problemas enfrentados. O Cisco IBSG deverá colaborar com as cidades no desenvolvimento das melhores práticas nas áreas de transporte inteligente, gerenciamento de energia e acordos de trabalho alternativos e ecologicamente corretos. Os destaques são:

-- "O Ônibus Conectado" é um protótipo inovador desenvolvido pela Cisco e pela Autoridade Municipal de Transportes de San Francisco (SFMTA) para demonstrar uma forma inovadora de tornar o transporte público mais ecológico. O ônibus híbrido possui um hot spot móvel que permite aos cidadãos trabalharem durante a viagem; um GPS dá aos passageiros um status atualizado das rotas e conexões dos ônibus; displays de LED fornecem informações sobre as emissões economizadas com o trânsito público; e um sistema automatizado reduz o impacto ambiental do ônibus por meio de uma manutenção melhor. Se implementado amplamente em todos os sistemas de trânsito, este projeto pode reduzir de forma significativa as emissões de carbono em cidades de todo o mundo.

-- O "Personal Travel Assistant" (assistente pessoal de viagens, PTA) é um serviço pioneiro desenvolvido pela Cisco com auxílio do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Considerado atualmente para teste-piloto na cidade de Seul, o PTA melhora as idas e vindas no trânsito dentro dos perímetros urbanos ao permitir que os cidadãos tomem decisões mais informadas sobre as opções de transporte diário com base no cronograma e em implicações ambientais e financeiras. Acessível de qualquer interface com a web, como celulares, o PTA é o primeiro serviço desse tipo que fornece opções ecologicamente corretas, integra-se com outros aplicativos de comunicação, como calendários, e possibilita que os órgãos municipais prevejam e gerenciem a evolução do transporte de seus cidadãos com mais eficiência.
 
-- Os "Smart Work Centers” (centros de trabalho inteligente), serviço desenvolvido pela Cisco e adotado pela cidade de Amsterdã, possibilita que os residentes locais trabalhem em estações remotas sem precisarem entrar no centro da cidade. O conceito do Smart Work Center se baseia em uma combinação de tecnologia e serviços que proporcionam bairros totalmente conectados: o uso inovador de soluções de tecnologia convergentes de vídeo, voz e dados, a disponibilidade de serviço on-site, como creches, refeitório e bancos, espaços para exposições abertos ao público e localização flexível das mesas de trabalho e das salas de reunião.
 

Aperfeiçoando as melhores práticas

A Cisco também anunciou hoje que trabalhará com quatro cidades adicionais: Birmingham, na Inglaterra; Hamburgo, na Alemanha; Lisboa, em Portugal; e, Madri, na Espanha. Todas essas cidades implementarão determinadas melhores práticas complementares às desenvolvidas pelas cidades patrocinadoras da CUD. A Cisco trabalhará em conjunto com as cidades para criar soluções que supram as necessidades ambientais e urbanas.

"A Cisco tem orgulho do progresso conseguido por cada uma das cidades financiadoras da CUD ao longo do último ano, e estamos animados com a entrada de quatro novas cidades na parceria", disse Nicola Villa, diretor global da Connected Urban Development para o Cisco IBSG. "A abordagem da CUD identifica a forma como as cidades podem implementar soluções escaláveis e tangíveis para aumentar a eficiência operacional e otimizar recursos de forma que ajude a reduzir as emissões de carbono e aumentar a eficiência de energia. Esperamos replicar os resultados conquistados pelas cidades em outras áreas urbanas de todo o mundo."

A próxima reunião das cidades da CUD e seus colegas ocorrerá em Amsterdã, na Holanda, em 23 e 24 de setembro de 2008.

Sobre a Cisco Systems

A Cisco (NASDAQ: CSCO) é líder mundial em networking que transforma a forma como as pessoas se conectam, comunicam e colaboram. Informações sobre a Cisco podem ser encontradas no site http://www.cisco.com. Para notícias atualizadas, acesse o site http://newsroom.cisco.com.

A Cisco está comprometida em alto grau com a responsabilidade ambiental em suas operações corporativas, cultura, produtos e soluções ao consumidor. Para obter mais informações sobre a Cisco Green, visite http://www.cisco.com/web/about/ac227/ac333/the-environment/index.html.

Cisco, o logotipo da Cisco e Cisco Systems são marcas comerciais ou nomes comerciais registrados da Cisco Systems, Inc. e/ou suas afiliadas nos Estados Unidos e determinados outros países. Todas as outras marcas registradas mencionadas neste documento são de propriedade de seus respectivos proprietários. O uso da palavra ‘parceiro’ não implica uma relação de parceria entre a Cisco e qualquer outra empresa. Este documento é para informação pública da Cisco.

Para feeds RSS diretos de todas as notícias da Cisco, visite "News@Cisco" no seguinte link:

http://newsroom.cisco.com/dlls/rss.html

Contact Information



  • Contato da Imprensa (EUA/Corporativo):
    Jennifer Greeson Dunn
    Cisco
    202 320-8532
    jegreeso@cisco.com

    Contato da Imprensa (Europa):
    Alison Stokes
    Cisco
    +44 7796 93 7465
    astokes@cisco.com

    Contato de Relações com o Analista da Indústria:
    Laura Irwin
    Cisco
    408 653-8876
    lirwin@cisco.com

    Contato de Relações com a Indústria:
    Laura Graves
    Cisco
    408 526-6521
    lagraves@cisco.com