SOURCE: Ooyala

September 12, 2013 00:01 ET

Ooyala Research revela novos padrões de consumo de TV e vídeo com a explosão da visualização em celular e tablet

O Global Video Index do T2 de 2013 mostra que a visualização em celulares aumentou 41% desde janeiro, com conteúdo ao vivo e de longo formato predominando até mesmo nas telas pequenas

MOUNTAIN VIEW, CA and AMSTERDAM, THE NETHERLANDS--(Marketwired - Sep 12, 2013) - A Ooyala, principal inovadora de publicação, análise e monetização de vídeo, anunciou hoje a publicação do Q2 2013 Global Video Index, revelando padrões distintos na maneira como as pessoas de todo o mundo migram de um dispositivo para outro para visualizar entretenimento em vídeo, esportes e notícias diária e semanalmente.

Os dados da Ooyala indicam que o continuado crescimento da visualização em celular e tablet é conduzida em grande parte pelo aumento da disponibilidade de conteúdo premium e de longo formato tornado possível com a adoção de ferramentas de transmissão e de monetização mais robustas por parte das emissoras e empresas de mídia. A Ooyala tem tido um papel importante no incentivo desta adoção em todo o mundo e a capacitação de uma nova categoria de experiência de vídeo personalizada, interativa e lucrativa em todos os dispositivos conectados.

A empresa fará uma demonstração de seu software e serviços em nuvem este mês em dois grandes eventos de emissoras, empresas e marcas de mídia: IBC in Amsterdam, 13 -17 de setembro, e dmexco, em Colônia, Alemanha, em 18 e 19 de setembro.

O novo Global Video Index mostra que os celulares e tablets estão prestes a dobrar o seu consumo de vídeo na web em 2013, aumentando 28% e 18% respectivamente no T2. Os dispositivos celulares e tablets foram responsáveis por 13% de todas as visualizações online até o dia 30 de junho de 2013, comparado com apenas 8% no final do T4 de 2012.

O relatório revela como uma pessoa típica consume a mídia durante o dia em uma era cada vez mais móvel. Por exemplo, a visualização em celular e tablet tem um pico de manhã e durante a hora normal de ida para o trabalho, e o vídeo em PC aumenta no final da manhã, com um pico ao meio-dia. Na volta do trabalho no final do dia, nas visualizações voltam para os celulares e tablets, e a visualização de vídeo em PC cai vertiginosamente. E os tablets passam a ser a "principal tela" nos fins de semana quando as pessoas assistem mais TV em tablet durante o dia. As visualizações de vídeo em PC caem substancialmente aos sábados e domingos, comparado com as transmissões durante a semana.

Outros resultados do T2 de 2013:

  • As pessoas gastam mais de metade do tempo de visualização em vídeos com mais de 10 minutos e 20% do tempo com visualização de vídeos de mais de uma hora

  • O vídeo ao vivo atrai: o público de celular assistem vídeo ao vivo duas vezes mais longos que o vídeo por demanda e a razão ao vivo:por demanda é de 15 para 1 nas visualizações em PC medidas em horas

  • O número de visualizações de vídeo em celular tem um pico entre 20 e 22 horas, hora quando muitos dispositivos celulares estão conectados no Wi-Fi, e a visualização em celular de vídeo tem um pico consistente nas sextas e sábados à noite

  • A visualização em tablet tem um pico no início da manhã e da noite todos os dias, e picos regulares na sexta à noite

  • Durante a semana a visualização em PC aumenta consistentemente durante o horário de trabalho

  • Existe um relacionamento de troca claro entre a visualização em PC e em celular, e isto é um exemplo de como as pessoas mudam de um dispositivo para outro em casa, durante a ida e vinda do trabalho e no trabalho

  • Os PCs são a única plataforma na qual a maioria dos vídeos visualizada tem menos de seis minutos, com quase dois terços tendo menos de 10 minutos. No entanto, quando medidos em horas, os vídeos com mais de 10 minutos ainda constituem a maior parte do tempo gasto na visualização de vídeo

"Com toda esta informação que a Ooyala oferece, o conceito de personalização passa a ter um significado muito maior para as emissoras e o público", disse Jay Fulcher, CEO da Ooyala. "Os dados trazem poder. Esta informação é incrivelmente potente para os programadores e publicistas que agora podem entregar o conteúdo e publicidade otimizada para públicos, horários, dispositivos e localizações específicos. Com a explosão da visualização em celular e tablet, estamos levando a personalização e seus focos para um nível novo, completamente diferente".

Além disso, o relatório analisa uma seção cruzada em 10 grandes países europeus. Devemos observar que estes resultados mostra uma tendência progressiva para a visualização de vídeo de formato longo. Nos países nórdicos, por exemplo, metade de toda a transmissão de vídeo por demanda durante o trimestre tinha mais de 30 minutos, comparado com 18% nos EUA. E quase 40% de todos os vídeos por demanda são visualizados até o fim, representando uma grande oportunidade para melhorar a monetização com a inclusão de publicidade no meio da visualização, e com a oferta de mais vídeos transacionais por demanda (TVOD) e assinatura de vídeo por demanda (SVOD).

Global Index Report da Ooyala
O Global Video Index Report (Relatório de Índice de Vídeo Global) mediu bilhões de eventos de análise de vídeo todos os dias. A principal tecnologia de análise da indústria da empresa e a arquitetura de big data em tempo real ajuda as empresas de mídia, transmissoras, operadoras e marcas a ganhar mais dinheiro com o vídeo em dispositivo móvel e de multi-tela.

Ooyala
A Ooyala oferece experiência de vídeo personalizada em todas as telas e é líder de gestão, publicação, análise e monetização de vídeo online. O conjunto integrado de tecnologias e serviços da Ooyala oferece para os proprietários de conteúdo a capacidade de ampliar o público com a profunda informação que aumenta a participação do espectador e receita com vídeo.

Empresas que usam a tecnologia Ooyala: Telstra, ESPN, Pac-12 Enterprises, Miramax, Bloomberg, Telegraph Media Group, Telefonica, The North Face, Rolling Stone, Dell, Sephora e Yahoo! Japão. Com sede em Mountain View, Califórnia, a Ooyala tem escritórios na Cidade de Nova York, Londres, Sydney, Tóquio e Guadalajara, México. A empresa trabalha com os principais parceiros de revendas e tecnologia nas Américas, Europa, África, Japão e região da Ásia-Pacífico. Para mais informação, visite www.ooyala.com.

Contact Information