SOURCE: Dr Tom Chalko

June 18, 2008 10:42 ET

Os tremores de terra tornaram-se cinco vezes mais energéticos, segundo descoberta do cientista australiano Dr. Tom Chalko

MT BEST, AUSTRALIA--(Marketwire - June 18, 2008) - Nova investigação compilada pelo cientista australiano Dr. Tom Chalko demonstra que a atividade sísmica global na Terra é, agora, cinco vezes mais energética do que era há apenas 20 anos.

A investigação prova que a capacidade destrutiva dos tremores de terra na Terra aumenta rapidamente de forma alarmante e que essa tendência deverá continuar, a menos que o problema do “aquecimento global” seja resolvido a toque de caixa.

A análise de mais de 386.000 tremores de terra entre 1973 e 2007 registrados na base de dados de Estudos Geológicos dos EUA (US Geological Survey) provou que a energia global anual dos tremores no planeta Terra começou a aumentar muito rapidamente desde 1990.

O Dr. Chalko afirma que a atividade sísmica global aumentou mais rapidamente que qualquer outro indicador global de aquecimento na Terra e que esse aumento é extremamente alarmante.

“O perigo ambiental mais grave que enfrentamos na Terra pode não ser as alterações climáticas, mas sim o aumento rápido e sistemático da atividade sísmica, tectônica e vulcânica”, referiu o Dr. Chalko.

“O aumento da energia anual dos tremores de terra é o sintoma mais forte do sobreaquecimento do planeta.”

As medições da NASA a partir do espaço confirmam que a Terra como um todo absorve por quilômetro quadrado pelo menos 0,85 megawatts mais energia do Sol do que é capaz de voltar a irradiar para o espaço. Esse ‘desequilíbrio térmico’ significa que o calor gerado no interior do planeta não consegue escapar e que o mesmo interior deve sobreaquecer. O aumento da atividade sísmica, tectônica e vulcânica é uma conseqüência inevitável do desequilíbrio térmico que observamos no planeta”, disse Dr. Chalko.

Dr. Chalko tem incentivado outros cientistas a maximizarem a consciência internacional sobre o rápido aumento da atividade sísmica, salientando que o aumento não é teórico, mas sim um fato observável.

“A menos que o problema do aquecimento global (o problema do desequilíbrio térmico persistente da Terra) seja resolvido urgente e completamente, o aumento rápido da atividade global sísmica, vulcânica e tectônica estará garantido. As conseqüências da inação só podem ser catastróficas. Não há tempo para meias medidas.”

Para obter mais informações, leia o artigo científico do Dr. Chalko, publicado no NU Journal of Discovery. http://nujournal.net/EarthquakeEnergyRise.pdf

Dr. Tom Chalko, MSc, PhD, ex-acadêmico da Universidade de Melbourne (entre 1982-2001), é Diretor da Divisão de Geofísica de Investigação de Scientific Engineering Research, Mt Best, Austrália.

Contact Information