SOURCE: Kelly Services

Kelly Services

June 12, 2012 07:30 ET

Pessoas abraçam a mídia social mas não estão à vontade sobre as potenciais consequências, revelou pesquisa de local de trabalho da Kelly Services®

Resultados mais recentes do Kelly Global Workforce Index™

TROY, MI--(Marketwire - Jun 12, 2012) - A proliferação da mídia social e, em particular, a mistura das redes pessoais com as profissionais estão deixando os trabalhadores preocupados com quase um-terço (30 porcento) em todo o mundo acreditando ser aceitável o uso da mídia social pessoal na hora do trabalho.

Os trabalhadores demonstraram estar seriamente preocupados com a disseminação da mídia social no trabalho. Mais de quatro em dez (43 porcento) concordaram que isso afeta negativamente a produtividade, com as gerações mais velhas e quem vive nas Américas mais preocupados com o efeito na produtividade. Quase metade dos trabalhadores (47 porcento) também demonstraram preocupação com a mistura das conexões pessoais com as profissionais na mídia social que possa trazer problemas para o local de trabalho.

Estes resultados são parte da mais recente pesquisa do Kelly Global Workforce Index (KGWI), uma pesquisa anual conduzida pela Kelly Services. Os participantes da pesquisa revelam que os principais desafios do local de trabalho são resultado do crescimento da mídia social -- fóruns de Internet, blogs, Facebook, Twitter, LinkedIn e centenas de sites de nicho que permitem a conversa em grupo. Quase 170.000 pessoas de todas as gerações em 30 países, incluindo nas regiões das Américas, APAC e EMEA, participaram da pesquisa atual.

A localização geográfica e a idade têm um significado substancial na forma como a mídia social é adotada como parte da cultura do local de trabalho. Em todo o mundo, 30 porcento dos funcionários acham ser aceitável o uso da mídia social para fins pessoais no local de trabalho, mas isso varia muito, de 48 porcento na APAC, a 30 porcento na EMEA, a apenas 16 porcento nas Américas. Dentre as gerações, 36 porcento da Gen Y acha aceitável o uso da mídia social para fins pessoais no local de trabalho, mas isso cai para 30 na Gen X e 19 porcento nos Baby Boomers.

Com a guerra de talentos de trabalhadores altamente qualificados a todo vapor, devemos observar que muito mais funcionários com habilidades Profissionais/Técnicas acham ser aceitável o uso da mídia social para fins sociais no local de trabalho (35 porcento) comparado com os que não têm habilidades Profissionais/Técnicas (24 porcento).

Os resultados também revelaram:

  • Quase um-quarto (24 porcento) acham ser aceitável compartilhar opinião sobre o trabalho com amigos e colegas na mídia social. Este índice é o mais alto na APAC, onde 36 aprovam, comparado com 22 porcento na EMEA, e 17 porcento nas Américas.

  • Um total de 12 porcento dos respondentes tiveram que parar de usar a mídia social no trabalho. Nas Américas, 6 porcento tiveram que parar, comparado com 13 porcento na EMEA e 18 porcento na APAC.

  • Mais de um-quarto (30 porcento) tendem a pesquisar trabalhos mais na mídia social que os métodos tradicionais, tais como jornal, boletim de trabalho online e firmas de recrutamento. Isto é mais alto da região APAC (47 porcento) comparado com as Américas (26 porcento) e EMEA (24 porcento).

O completo resultado está publicado em um novo relatório, When Two Worlds Collide - The Rise of Social Media in the Workplace (Quando dois mundos colidem -- O aumento da mídia social no local de trabalho). Para mais informação sobre o resultado do Kelly Global Workforce Index e sobre os principais resultados regionais e por geração, visite Kelly(R) Press Room.

Kelly Global Workforce Index(TM)

O Kelly Global Workforce Index é uma pesquisa anual que revela as opiniões sobre o trabalho e ambientes de trabalho sob o ponto de vista de gerações diferentes. Lançada em 2011, cerca de 170.000 pessoas das Américas, APAC e EMEA participaram da pesquisa. Os resultados serão publicados até 2012 em vários tópicos como retenção de funcionário, mídia social e local de trabalho altamente virtual. Visite www.kellyservices.com para ver os resultados do tópico atual.

Nota sobre a pesquisa: As diferenças regionais podem ser atribuídas em parte à composição de gerações das amostras da pesquisa, com a região APAC tendo uma maior proporção de respondentes da Gen Y.

Kelly Services(R)

A Kelly Services, Inc. (NASDAQ: KELYA) (NASDAQ: KELYB) é líder de soluções para a força de trabalho. A Kelly(R) oferece serviços compreensivos de outsourcing e de consultoria, bem como pessoal temporário, temporário para contratação e contratação direta em todo o mundo. A Kelly atende clientes em todo o mundo e fornece emprego a mais de 550.000 funcionários anualmente. A receita de 2011 foi de $5,6 bilhões de dólares. Acesse www.kellyservices.com e conecte-se conosco no Facebook, LinkedIn e Twitter. Faça o Download do The Talent Project, um app gratuito para iPad da Kelly Services.

Contact Information