SOURCE: MPX Energia S.A.

September 15, 2009 10:48 ET

Primeiro relatório técnico de recursos na Colômbia identifica 110 milhões de toneladas de carvão térmico

Relatório indica potencial para mineração a céu aberto

RIO DE JANEIRO, BRAZIL--(Marketwire - September 15, 2009) - A MPX Energia S.A. (BOVESPA: MPXE3) (GDR I: MPXEY), ("MPX"; "Companhia"), informa que foi emitido o primeiro relatório técnico de certificação de recursos de carvão térmico em suas áreas de concessão no distrito de La Guajira, Colômbia ("Relatório"). Foram delineados recursos de 110 milhões de toneladas, com elevado potencial para mineração a céu aberto. A identificação dos recursos foi realizada com base em dados de uma campanha exploratória que cobriu 320 hectares (ha). No total, a MPX Colômbia S.A., uma subsidiária integral da MPX, detém direitos minerários sobre 65 mil ha no referido distrito.

O relatório foi elaborado pela John T. Boyd, empresa internacional independente especializada em geologia e mineração, e seguiu os padrões estabelecidos pelo Canadian Institute of Mining, Metallurgy and Petroleum (CIM Standards). A John T. Boyd possui experiência na Colômbia desde a década de 80, quando apoiou o desenvolvimento dos recursos de outras grandes empresas no país.

Os recursos estão divididos da seguinte forma:

Recursos em La Guajira (Mt)
Indicados           91,3
Inferidos           19,2
TOTAL (Mt)         110,5

Foram executados 140 furos de sonda, dos quais 75 positivos, perfazendo aproximadamente 50.000 metros de sondagem. Os trabalhos de exploração e pesquisa geológica continuam e, com sua evolução, prevê-se para 1T10 um segundo relatório de recursos, além da reclassificação de parte dos recursos atuais indicados para reservas.

Adicionalmente, estão sendo executados furos profundos na região para avaliação de recursos subterrâneos, com resultados iniciais muito promissores. Este potencial adicional não está incluído neste primeiro relatório de certificação.

Solução Logística

A MPX assinou Memorando de Entendimento com a Construtora Norberto Odebrecht (CNO), com o objetivo de desenvolver conjuntamente uma solução de porto próprio para a MPX Colômbia, em área costeira próxima às suas minas em La Guajira. Para tal, foi contratada a empresa americana Moffatt & Nichol, que está encarregada de desenvolver todos os estudos de localização e o projeto conceitual do futuro porto. A capacidade prevista para a primeira fase será de 5MM tons/ano.

A Companhia participa também do grupo de empresas responsáveis pelo desenvolvimento do projeto de porto denominado "Puerto Nuevo", na região de Ciénaga, com direito de movimentar até 4,8 MM tons/ano. O referido projeto já tem licença ambiental para a parte terrestre e está em fase preparatória para licenciamento da parte marítima, além do desenvolvimento do estudo de viabilidade final.

Adicionalmente, a MPX busca identificar soluções portuárias com os recursos atualmente existentes na Colômbia, combinando suas necessidades projetadas de compra de carvão com sua futura produção.

Em paralelo à análise de soluções portuárias, a MPX assinou uma Carta de Intenções com a Transportes Sánchez Pólo S.A. visando garantir o transporte de caminhão das minas ao porto. A empresa é uma das principais transportadoras de carvão na Colômbia, com experiência de mais de 30 anos no transporte de carvão de grandes projetos.

Eduardo Karrer
Presidente e Diretor de Relações com Investidores

Contact Information

  • Área de Relações com Investidores:
    Flavia Heller
    Gerente de RI
    + 55 21 2555-4244

    Daniel Haddad
    Analista de RI
    + 55 21 2555-4015

    ri.mpx@mpx.com.br