SOURCE: The International Association for the Study of Lung Cancer

The International Association for the Study of Lung Cancer

September 08, 2015 10:05 ET

Resumo da Coletiva de Segunda-feira da IASLC

"O câncer de pulmão é a causa número um de mortes por câncer em todo o mundo"

DENVER, CO--(Marketwired - 8 de setembro de 2015) - Pesquisa revolucionária apresentada hoje pelos líderes internacionais de câncer de pulmão destacou os benefícios do foco na prevenção do câncer de pulmão, da disseminação da mensagem sobre o perigo do tabaco e da melhoria do nosso processo regulamentar para que vidas não sejam perdidas desnecessariamente. Dados positivos das terapias de combate ao desperdício de vidas e aumento da longevidade compartilhados na 16aWorld Conference on Lung Cancer (WCLC) apresentada pela International Association for the Study of Lung Cancer (IASLC), que também emitiu uma nova declaração sobre o Controle do Tabaco e da Cessação do Fumo.

"O câncer é a causa No. 1 das mortes de câncer em todo o mundo com 1,6 milhões de pessoas diagnosticadas ao ano e 1,3 milhões de mortes ao ano. O tabaco é responsável por 80 por cento das mortes de câncer, mais nos homens do que nas mulheres. Por isso a prevenção do fumo deveria ter uma prioridade bem alta nos sistemas globais de saúde", disse a Dra. Claudia Henschke, Professora de Radiologia e Dirigente do Programa de Triagem de Pulmão e Cardíaca do Mount Sinai Medical Center, Nova York, ao apresentar a coletiva com a imprensa hoje no WCLC.

Para reforçar o movimento nacional de prevenção, Henschke mencionou um realizado sábado na WCLC que se concentro nos benefícios dos exames de computed tomography (CT - Tomografia Computadorizada) para a detecção e prevenção do câncer de pulmão.

"O exame de câncer de pulmão com CT com baixa dose tem reduzido a mortalidade do câncer de pulmão em 20 por cento, e todas as causas de mortes em sete por cento dos indivíduos entre 55-74 anos e quem histórico de fumo", disse ela.

A Força-Tarefa dos Serviços Preventivos dos Estados Unidos recomenda exames clínicos de câncer de pulmão e nos Centros de Medicare e Medicaid recentemente aprovados e implantados na prática no sistema de saúde dos EUA para inúmeros grupos de pacientes com fatores de risco claros. No entanto, continuamos questionando o valor dos exames de câncer de pulmão com CT de baixa dosagem em pessoas que nunca fumaram e pessoas mais jovens.

Declaração de Controle de Tabaco e de Cessão do Fumo
Para combater os perigos globais do tabaco, a nova declaração da IASLC quanto ao Controle do exige o pagamento de mais impostos nos produtos com tabaco, publicidade abrangente, e promoção da proibição dos produtos com tabaco e de todos os produtos de tabaco, e regulamentos do produto, inclusive avisos nos pacotes. A IASLC pede que seus membros e outras pessoas em todo o mundo:

1. Implementem a estrutura de trabalho da Organização Mundial da Saúde da Convenção do Controle do Tabaco.
2. Adotem reforma legais que permitam que os fumantes e seus parentes usem os sistemas jurídicos para responsabilizar as fábricas de tabaco.
3. Dar suporte aos programas de prevenção do início do fumo nas crianças.
4. Implementação de programas de cessação do ato de fumar em clínicas, hospitais e centros de câncer.
5. Adotar medidas de política que reconheçam as prováveis diferenças do risco de câncer de pulmão com os produtos de entrega de nicotina.

Clique aqui para obter mais informação e detalhes sobre a declaração .

Os atrasos regulatórios custam 29 anos de vida nas mortes por câncer de pulmão
Cada hora perdida para o processo regulatório de medicamentos contra o câncer custa 29 anos de vida nos Estados Unidos e 260 anos de vida em todo o mundo, De acordo com a pesquisa apresentada hoje pelo Dr. David Stewart, Dirigente da Divisão de Oncologia Médica, University of Ottawa/The Ottawa Hospital. Ele apresentou dados que mostram como o processo regulatório de novas terapias atrasam o progresso com o aumento dos custos para o desenvolvimento de medicamentos. Isso também atrasam a aprovação de medicamentos úteis.

Stewart e sua equipe avaliaram terapias de câncer na fase III de testes entre 2001 e 2015. Quando o impacto conjunto de todos os locais de tumores e dos medicamentos foi analisado, encontrou-se uma perda de 29 anos de vida nos Estados Unidos por hora de atraso na aprovação da terapia (um de cada dois minutos de atraso) e perda de 260 anos de vida em todo o mundo por hora de atraso (uma a cada 14 segundos de atraso). Stewart espera que a sua pesquisa chame a atenção para o impacto dos atrasos regulatórios.

"Claramente o ganho de sobrevivência com os medicamentos [atrasados] é muito pequeno", disse Stewart. "No entanto, há um grande impacto negativo associado com o atraso das aprovações, mesmo quando os fatores como comorbidade, status do desempenho, capacidade de pagar, etc., que limitam o número de pacientes tratados à uma fração das mortes totais de uma malignidade específica".

Medicamento contra Câncer de Pulmão ajuda a combater a caquexia
O resultado dos testes ROMANA 1 e ROMANA 2 na Fase III da anamorelina foi apresentado pelo Dr. Philip Bonomi, Professor, Rush University Medical Center - Oncologia Médica, Chicago, Ill. O resultado de Bonomi e da sua equipe mostram que a anamorelina combate eficazmente a caquexia e melhora o peso e a massa muscular de certos pacientes com câncer de pulmão.

A Anamorelina é um agonista do receptor de grelina novo, ativo oralmente e seletivo que imita o aumento do apetite e os efeitos anabólicos da grelina. A caquexia é uma doença debilitante normalmente observada nos pacientes com carcinoma de células não-pequenas de câncer de pulmão (NSCLC). A queda do peso corpóreo (PC), em particular a perda de massa corporal magra (MCM), é uma característica principal associada com a deterioração do status funcional, qualidade de vida e a sobrevivência. Apesar da alta prevalência e o impacto clínico substancial da caquexia nos pacientes com câncer em estágio avançado, existem poucas opções terapêuticas.

"A perda de massa corporal e da massa muscular indica ser um previsor de resultados ruins e redução da sobrevivência. Até o momento, ainda não temos terapias eficazes", disse o Dr. Bonomi. "Dois testes controlados randomizados têm demonstrado consistentemente o impacto positivo da anamorelina na melhoria da massa corporal magra e dos sintomas de anorexia nas pessoas com NSCLC avançado e caquexia".

A sobrevivência aumentou nos pacientes que mantiveram ou ganharam MCM comparado com os pacientes que perderam MCM. Os pacientes tratados com anamorelina também ganharam peso corporal significante e melhoraram os sintomas de anorexia-caquexia, comparado com os pacientes tratados com placebo, nos testes ROMANA 1 e 2.

Inibidor de angiogênese aumenta a expectativa de vida dos pacientes com Mesotelioma Pleural Maligno
Para encerrar a coletiva, os pesquisadores franceses informaram que a angiogênese inibidora bevacizumab é adicionada ao tratamento de mesotelioma pleural maligno (MPM) há um aumento da expectativa de vida sem a apresentação de toxicidade grave.

Os dados do teste de multicentro randomizado de French 3 foram apresentados pelo Dr. Arnaud Scherpereel, Diretor Clínico de Serviço de Pneumo-Imuno-Alergia e Professor da University Hospital Calmette Tonnel Lille, França.

O mesotelioma pleural afeta o tecido que envolve os pulmões e normalmente causa dores no peito em baixo das costelas, tosse dolorida, falta de ar, calombos inusitados de tecidos no peito, e perda de peso inexplicável. Entre 2008 e 2014.73 centros inscreveram 448 pacientes no estudo. Um recebeu uma terapia padrão de MPM e o segundo grupo recebeu uma terapia padrão e bevacizumab. Scherpereel e seus colegas concluíram que a adição do bevacizumab à quimioterapia padrão aumentou a sobrevivência geral mediana para 18,8 meses, comparado com 16 meses com a quimioterapia padrão. A progressão da sobrevivência livre também aumentou com a bevacizumab.

"A adição do Bevacizumab à pemetrexed/cisplatina aumenta muito a sobrevivência dos pacientes com MPM, com toxicidade aceitável, sendo este trio um novo paradigma de tratamento", disse Scherpereel.

Clique aqui para ver os detalhes de como participar de coletivas futuras da WCLC 2015.

WCLC:

A WCLC é a maior conferência do mundo dedicada ao câncer de pulmão e outras doenças malignas do tórax pois atrai 7.000 pesquisadores, médicos e especialistas de mais de 100 países. O objetivo da conferência é aumentar o conhecimento e a colaboração para que os desenvolvimentos mais recentes no câncer de pulmão sejam entendidos e implantados em todo o mundo. Com o tema "A Luta contra o Câncer de Pulmão", a conferência abrangerá uma ampla variedade de disciplinas e apresentará resultados de vários estudos de pesquisa e testes clínicos. Pela primeira vez a IASLC convidou sobreviventes para participar da conferência gratuitamente. Para mais informação sobre a 2015 WCLC, visite: http://wclc2015.iaslc.org/.

IASLC:

A International Association for the Study of Lung Cancer (IASLC) é a única organização global dedicada exclusivamente ao estudo do câncer de pulmão. Fundada em 1974, a associação conta com quase 4.000 especialistas de concluiu em 80 países. Para mais informação, visite: https://www.iaslc.org/.

Contact Information