SOURCE: WAVECOM

October 28, 2005 20:58 ET

Wavecom Anuncia os Resultados do Terceiro Trimestre de 2005

Receitas Superiores a 4% QoQ; Terceiro Trimestre Consecutivo de Operações Positivas e Lucros Líquidos

ISSY-LES-MOULINEAUX, FRANÇA -- (MARKET WIRE) -- October 28, 2005 -- - A Wavecom SA (NASDAQ: WVCM) (Euronext Eurolist compartment C: AVM; ISIN: FR0000073066), líder em soluções integradas para comunicação sem fio destinadas a aplicações profissionais nos setores automotivo, industrial (entre máquinas) e celular, anunciou hoje os resultados financeiros relacionados ao seu terceiro trimestre encerrado em 30 de setembro de 2005.

Ron Black, CEO, comentou: "Estamos ainda mais contentes em apresentar um crescimento de 4% nas receitas no trimestre comparado ao anterior (QoQ), tradicionalmente o mais fraco do ano. O ramo de aplicações verticais principal cresceu em todas as regiões, o que indica que continuamos realizando negócios. Além disso, este é o terceiro trimestre consecutivo em que mostramos rentabilidade, manutenção de margens brutas em valores elevados, além de uma situação melhor de caixa em relação ao trimestre anterior. No que tange aos produtos, anunciamos a nossa próxima geração de softwares Open AT (R), que oferecem suporte a EDGE e a muitas funções novas desenvolvidas para mercados industriais. Acreditamos que a ênfase dada por nós ao crescimento em termos de software para a comunicação sem fio esteja se tornando um claro diferencial de mercado."

Destaques Financeiros do Terceiro Trimestre de 2005:

Todos os dados estão sem auditoria e foram e relatados de acordo com os princípios contábeis norte-americanos mais aceitáveis (U.S. GAAP). Há tabelas de resumo com os resultados financeiros consolidados ao final deste release.

Receitas: As receitas no terceiro trimestre de 2005 foram de 31,9 milhões de euros, um aumento de 4% em relação ao trimestre anterior. Essa elevação reflete um excelente desempenho de nossos principais mercados verticais, o que significa 28,6 milhões de euros ou 90% do total das receitas.

As vendas aumentaram em todas as nossas três regiões geográficas de atuação, com a seguinte divisão: EMEA (Europa, Oriente Médio e África): 59%, APAC (Ásia-Pacífico): 29% e Américas: 12%.

O portfólio de clientes permaneceu balanceado, sem que houvesse representação por parte de nenhum cliente superior a 9% do total de receitas no terceiro trimestre. Juntos, os dez principais clientes, 4 dos quais são distribuidores, representam 56% das receitas, em comparação aos 62% do ano anterior.

Reserva de pedidos: A reserva de pedidos em carteira (backlog) em 30 de setembro de 2005 aumentou 19% e atingiu a marca dos 36,6 milhões de euros, em comparação aos 30,8 milhões registrados ao final do trimestre anterior, em razão de 90% de aplicações verticais, número comparado aos 77% em 30 de junho de 2005. Conforme prévia indicação da administração, a reserva consiste em pedidos já feitos para os próximos 12 meses, embora não seja necessariamente uma indicação da possível receita no trimestre, uma vez que nós reduzimos significativamente o tempo do ciclo de produção e estamos aptos a um fornecimento de produtos muito mais rápido do que no passado. Neste trimestre, no entanto, começamos a notar sinais de elevação no lead time de alguns componentes, como memórias flash, e por essa razão comunicamos aos clientes a necessidade de realização antecipada dos pedidos, tendo em vista o cumprimento dos prazos de entrega.

Margem Bruta: A margem bruta foi de 48%, um ponto percentual acima, em comparação ao trimestre anterior. Assim como aconteceu nos dois trimestres anteriores, a margem bruta excedeu nosso modelo previamente definido cujo intervalo era de 33 a 35%. Essa alta margem bruta contínua é o resultado de vários fatores, dentre os mais importantes o aprimoramento do processo administrativo dos produtos da empresa, a eliminação dos produtos com margens baixas do portfólio e a venda de alguns produtos outrora considerados obsoletos.

Despesas Operacionais: O total de despesas operacionais no terceiro trimestre de 2005 foi de 13,1 milhões de euros, em comparação aos 12,7 milhões registrados no segundo trimestre de 2005. Os planos de reestruturação executados em 2004 foram concluídos durante o terceiro trimestre e contabilizaram 0,2 milhões de euros em despesas. As despesas operacionais relacionadas aos departamentos de Desenvolvimento, Vendas e Marketing permaneceram estáveis, em comparação ao segundo trimestre de 2005.

Lucros: Os lucros operacionais no terceiro trimestre foram de 2,1 milhões de euros, em comparação aos 1,6 milhões registrados no segundo trimestre. Já os lucros líquidos no terceiro trimestre foram de 2,8 milhões de euros, ou 0,19 euro por ação, em comparação aos 3,8 milhões ou 0,25 euro por ação no segundo trimestre de 2005. A Wavecom registrou ganhos líquidos em moeda estrangeira de 0,4 milhão de euros no terceiro trimestre de 2005, em comparação aos 2,0 milhões registrados no trimestre anterior.

Caixa: A situação de caixa da Wavecom registrou 60 milhões de euros em 30 de setembro de 2005, um aumento em relação aos 57 milhões em 30 de junho de 2005. Essa elevação foi resultado do excelente desempenho operacional contínuo na redução de estoques e administração da cadeia de suprimentos.

Novidades comerciais:

--  Introdução de nosso mais recente software OpenAT(R), que inclui EDGE para o módulo Q2687, bem como
    um sistema operacional em tempo real, 9 modos de potência, recursos de expansão da memória e várias
	interfaces periféricas –- recursos todos voltados a soluções sem fio industriais.
--  Commerciant, uma empresa com sede nos Estados Unidos optou pela tecnologia Wavecom como base para
    seus terminais de pagamento mais recentes, um mercado em expansão nos Estados Unidos.
--  Extensão da rede de distribuidores da Wavecom com o objetivo de incluir Acal para toda a região
    norte da Europa, agora com o Reino Unido, e a Arrow Dicopel no México.
--  A Wavecom assinou um contrato de marketing com a norte-americana Airbiquity, para atender ao mercado
    sem fio em expansão para automóveis.
    
Perspectivas:

A administração da Wavecom identificou diversas variáveis capazes de influenciar as receitas no trimestre atual, inclusive uma demanda maior, possíveis acordos de licença, uma nova diversidade de produtos, além de um suprimento mais restrito de componentes. Com base nas informações atuais, esperamos um aumento entre moderado e grande nas receitas em relação ao último trimestre. A administração acrescentou que a margem bruta no quarto trimestre de 2005 deve continuar excedendo os 40%. O total de despesas operacionais deve estar entre 13,5 e 14,5 milhões de euros.

Assembléia Geral:

A Wavecom pretende convocar uma Assembléia Geral com os acionistas em breve, para elevar o preço inicial da ação no programa de recompra de 10 para 22,50 euros por ação, considerando o preço atual de mercado. Além disso, será solicitada a aprovação para autorizar vários tipos de programas de eqüidade de ação para funcionários, uma vez que a administração pretende usá-la como elemento-chave na compensação aos colaboradores.

Conference Call:

Hoje, às 15h00, horário de Paris, a administração da Wavecom fará uma conference call comentando os resultados obtidos no terceiro trimestre de 2005. Visite o site da Wavecom em: www.wavecom.com, na seção destinada aos investidores, para ouvir os comentários da conference call por webcast (em inglês).

A Wavecom anunciará os resultados de seu quarto trimestre/ano inteiro de 2005 no dia 9 de fevereiro de 2006 às 19h00, horário de Paris, seguido de uma conference call feita pela administração da empresa comentando os resultados.

Sobre a Wavecom

A Wavecom é líder em soluções integradas para comunicação sem fio destinadas a aplicações profissionais nos setores automotivo, industrial e celular. Entre as soluções da Wavecom estão todos os elementos de software e hardware necessários ao desenvolvimento de dispositivos sem fio efetivamente inovadores, bem como ferramentas para o desenvolvimento e os serviços necessários à sua comercialização rápida e fácil.

Fundada em 1993 e com sede próxima a Paris, em Issy-les-Moulineaux, a Wavecom possui subsidiárias em Hong Kong (China), San Diego (EUA) e Darmstadt (Alemanha). A Wavecom tem ações na Euronext Paris (Eurolist) na França e na NASDAQ (WVCM) nos Estados Unidos www.wavecom.com

Este press release contém declarações de intenções futuras relacionadas ao desempenho comercial futuro da empresa, despesas operacionais, bem como resultados e objetivos financeiros. Essas declarações estão fundamentadas apenas nas expectativas atuais e em pressuposições feitas pela administração da empresa, envolvendo riscos e incertezas. Entre os riscos e incertezas em potencial estão, dentre outros, a possibilidade de sucesso comercial da empresa na implementação de sua nova orientação estratégica, a chance de manutenção dos crescimentos em mercados verticais e na demanda pelos produtos da empresa, uma diminuição não prevista no número de pedidos feitos por um dos principais clientes da empresa ou o cancelamento ou redução de um projeto importante, a dependência da empresa de um único fabricante na China de todos os aspectos necessários à produção, a dependência de terceiros, alterações nas taxas de câmbio de moedas estrangeiras, novos produtos ou desenvolvimentos tecnológicos apresentados pelos concorrentes, preocupações de clientes e fornecedores quanto à situação financeira geral da empresa e riscos associados ao crescimento administrado. Desdobramentos desfavoráveis em conjunto com esses e outros riscos e incertezas descritos nos relatórios da empresa, arquivados pela Comissão de Valores Mobiliários, poderiam levar a empresa a não atingir o desempenho ou resultados previstos ou desejados. Em conseqüência disso, o desempenho e os resultados reais da empresa podem ser materialmente diferentes dos expressos pelas declarações de intenções futuras acima.


                                WAVECOM S.A.
        DECLARAÇÕES RESUMIDAS DAS OPERAÇÕES CONSOLIDADAS SEM AUDITORIA
           (em milhares, exceto por ação e dados por ação)

Preparadas de acordo com princípios contábeis norte-americanos mais aceitáveis.


                                             Após três meses
                                  30 de setembro de   30 de junho de    30 de setembro de
                                      2004          2005          2005
                                   ----------    ----------    ----------
                                      Euro          Euro          Euro
Receitas:
   Vendas de produtos                  36 235        30 306        31 289
   Desenvolvimento tecnológico e outros
    serviços                              184           420           614
                                   ----------    ----------    ----------
                                       36 419        30 726        31 903
Custo das receitas:
   Custo de mercadorias vendidas       27 264        16 050        16 442
   Custo de serviços e licenças         1 825           334           220
                                   ----------    ----------    ----------
                                       29 089        16 384        16 662
                                   ----------    ----------    ----------
Lucro bruto                             7 330        14 342        15 241
Despesas operacionais:
   Pesquisa e desenvolvimento          10 187         6 034         5 646
   Vendas e marketing                   4 108         2 910         2 757
   Geral e administrativo               6 266         4 513         4 463
   Custos de reestruturação             5 182          (711)          233
                                   ----------    ----------    ----------
      Total de despesas operacionais   25 743        12 746        13 099
                                   ----------    ----------    ----------
Receita operacional (perda)           (18 413)        1 596         2 142
                                   ----------    ----------    ----------
Receita com juros e outras
receitas financeiras, líquido            174           235           271
Ganhos em moeda estrangeira, líquido      389         1 981           441
                                   ----------    ----------    ----------
      Total da receita financeira         563         2 216           712
                                   ----------    ----------    ----------
Ganho (perda) antes dos interesses
minoritários e tributos              (17 850)        3 812         2 854
Interesses minoritários                     -             -             -
                                   ----------    ----------    ----------
Ganho (perda) antes dos tributos      (17 850)        3 812         2 854
Despesa com tributos (benefício)          309            21             8
                                   ==========    ==========    ==========
Receita líquida (perda)               (18 159)        3 791         2 846
                                   ==========    ==========    ==========

Contact Information

  • Para obter mais informações, entre em contato com: Lisa Ann Sanders Diretora de Comunicação e Relação com o Investidor Telefone: +33 1 46 29 41 81 lisaann.sanders@wavecom.com John D. Lovallo Lovallo Communications Group, LLC Telefone: + 1 203-431-0587 Johnlovalloirpr@sbcglobal.com